Notícias

6/recent/ticker-posts

PRF realiza escolta de Padre de Garanhus até o IMIP para cirurgia de Transplante de órgão

 

Uma verdadeira corrida contra o tempo. Foi assim desde que Dom Mauro recebeu a ligação do Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP), por volta das 8h45 da última quinta (21), informando que haviam recebido o rim do qual ele precisava para a realização do transplante. A informação era de que ele precisaria estar na unidade hospitalar até as 13h.

Dom Mauro estava no Mosteiro de São Bento na cidade de Garanhuns, distante 228 km de Recife, onde fica localizado o IMIP. Prevendo dificuldades no trajeto em razão do grande fluxo de veículos, o religioso contou com ajuda de um velho amigo, Sr. Pedro Moura, que logo se prontificou a levá-lo até a capital. Na condição de amigo e agora de motorista, Sr. Pedro decidiu pedir apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Eu parei nos postos da PRF por onde passamos. E também liguei para o 191. Foi então que tive a feliz notícia de que uma equipe estaria no aguardando na BR-232, na chegada a Recife, para nos escoltar até o hospital”, contou o Sr. Pedro. Por volta das 12h20, paciente e equipe PRF se encontraram no local combinado. Sirene ligada e deu-se início à escolta. No hospital, equipe médica já estava na sala de cirurgia.

O trajeto durou 23 minutos. “Chegamos ao IMIP por volta das 12h53. Para mim parecia tudo cinematográfico. Era a ansiedade de chegar a tempo. Mas quando o vi sendo recebido pelos médicos, quando percebi que tinha dado certo, eu desabei”, contou Sr. Pedro, emocionado. “E deu certo também porque pudemos contar com a PRF. Eu já tinha visto notícias de que os policias prestavam esse auxílio e confiei que com a gente não seria diferente”, completou.

Dom Mauro passou pelo procedimento e segue em recuperação. Ele estava, desde 2020, na fila de espera para transplante de rim, mesma cirurgia pela qual havia passado no ano de 2018, quando também pode contar com o apoio do Sr. Pedro. “O raio não cai no mesmo lugar duas vezes por acaso”, brincou o amigo. Agreste VI0IENT0

Postar um comentário

0 Comentários