Notícias

6/recent/ticker-posts

@ss@ssin@t0 de juiz: mais um suspeito é preso por latrocínio

 

Mais um  suspeito de envolvimento na m0rte do juiz de direito Paulo Torres Pereira da Silva, de 69 anos, foi preso. A informação foi confirmada, na manhã desta quarta (8), pela Polícia de Pernambuco (PCPE),  por meio de nota. 

O magistrado foi @ss@ssin@d0 no mês passado, no bairro de Candeias, em Jaboatão dois Guararapes, no Grande Recife, perto da residência onde morava, na rua Maria Digna Gameira.

Logo depois, O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) indiciou três homens por tentativa de latrocínio, que é roubo seguido de morte. Eles já estão presos. Dias depois um adolescente foi apreendido por suspeita de envolvimento no crime. 

Na nota, a Polícia Civil informou que a nova prisão aconteceu na terça (7). Entretanto, o local não foi revelado pela corporação. 

“Foi cumprido um mandado de prisão preventiva em desfavor de  um suspeito de envolvimento no latrocínio que vitimou o juiz Paulo Torres”, informou a nota.  A polícia disse, ainda, que repassará mais detalhes do fato “em um momento oportuno”.

O nome do quinto suspeito preso não foi divulgado, nem qual foi a participação dele no caso. Ele foi levado para a delegacia e passou poor exame de corpo de delito. 

Entenda o caso

Um vídeo encaminhado à reportagem do Diario de Pernambuco mostra parte da ação dos criminosos que assassinaram o juiz de direito Paulo Torres Pereira da Silva, de 69 anos, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

As imagens surgiram horas após três suspeitos de envolvimento no crime serem presos em Gaibu, no Cabo de Santo Agostinho, em uma operação deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE). 

O magistrado levou um tiro na cabeça quando voltava de uma caminhada. Segundo as informações da polícia, nada foi roubado. O crime acontece a 300 metros da casa dele. 

Os três jovens primeiros presos foram identificados pelo TJPE como Kauã Vinicius Alves da Rocha, Esdras Ferreira de Lima e Alcides da Silva Medeiros Júnior.

Eles foram encaminhados para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.  O adolescente está à disposição da Justiça. DP

Postar um comentário

0 Comentários