Notícias

6/recent/ticker-posts

Polícia divulga lista do material apreendido em operação que investiga quatro vereadores de Caruaru - PE


A Polícia Civil de Pernambuco detalhou na última segunda-feira (24) a respeito da operação "Secundus", deflagrada na sexta-feira (20), que investiga quatro vereadores de Caruaru, no Agreste. Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão na Câmara de Vereadores e nas casas dos parlamentares: o presidente da Câmara de Vereadores, Bruno Lambreta (PSDB), e os vereadores Leonardo Chaves (PSDB), Kátia da Rendeiras (Republicanos) e Galego de Lajes (MDB).

De acordo com a polícia, as investigações tiveram início em março de 2023 com o objetivo de identificar e desarticular a associação criminosa voltada à prática do crime de falsidade ideológica. A polícia informou ainda que, com a operação "Primus", que pendeu a vereadora Kátia das Rendeiras em março, foi possível obter detalhes para a investigação.

Segundo a polícia, um homem realizou uma live em suas redes sociais, noticiando que uma assessora de uma vereadora seria funcionária "fantasma". De imediato, a assessoria de imprensa da vereadora informou que a servidora indicada no vídeo havia sido exonerada em 31 de agosto de 2021.

"No entanto, com a deflagração da ORQ Primus, em março de 2023, foi possível obter elemento que forneceram fortes indícios que o ato administrativo de exoneração e nomeação foram falsificados", detalhou a polícia.

Foram cumpridos oito Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar na Câmara de Vereadores de Caruaru, na residência de quatro vereadores e dois servidores do legislativo municipal. Foram apreendidos:

11 CPUs;

oito celulares;

dois notebooks;

seis pendrives;

três HDs;

um cartão de memória;

documentos diversos.

Postar um comentário

0 Comentários