OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Latrocida da professora belo-jardinense foi condenado à 26 anos de reclusão

O Juíz de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Caruaru condenou o acusado Irandy Amaro de Lima, a pena de 26 (vinte e seis) anos de reclusão. Irandy Amaro de Lima roubou e matou a namorada Jodeilma Maria dos Santos em 11/10/2019.

Consta da denúncia que em síntese, "no dia 11 de outubro do corrente ano (2019), no período noturno (após as 20h00min), na Avenida Armindo Moura (proximidade da esquina com a Avenida Paris), Bairro Universitário, na cidade de Caruaru, onde o denunciado, mediante violência, subtraiu de Jodeilma Mariados Santos cerca de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) em dinheiro.

Diz ainda a denúncia que o acusado "pretendendo roubá-la, induziu a sua namorada a irem a um terreno baldio na Avenida Armindo Moura, onde apertou violentamente seu pescoço fazendo-a perder os sentidos e, ao depois, subtraiu seu dinheiro saindo caminhando.

Após o crime o acusado pegou um táxi, conduzido pela testemunha Dorgival Mota da silva e retornou à cidade de Belo Jardim, tendo efetuado o pagamento já com o dinheiro roubado".

Pela acusação, o Ministério Público do Estado de Pernambuco e o Assistente de Acusação (Dr Josival Miguel) requereram a condenação do acusado pelo crime de Latrocínio.

Pela Defesa, pediu a Desclassificação para Lesão Corporal seguida de morte.
Após todo o trâmite do processo, o Juízo de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Caruaru condenou o acusado a pena de 26 (vinte e seis) anos de reclusão.

Postar um comentário

0 Comentários