OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Secretaria de Educação e Tecnologia promove avaliação diagnóstica com mais de 3.500 mil alunos rede municipal de ensino

Objetivo da aplicação é observar o desempenho dos estudantes nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática

A Prefeitura Municipal de Belo Jardim, através da Secretaria de Educação e Tecnologia, em parceria com o Instituto Qualidade no Ensino (IQE), promoveu, entre os dias 29 e 31 de março, a avaliação diagnóstica do Programa Qualiescola I com 3.589 alunos de 20 escolas da rede municipal. As unidades atendem do 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental e o objetivo da aplicação é observar o desempenho dos estudantes nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, identificando as dificuldades de aprendizagem dos estudantes e planejando atividades de melhoria.

Para a professora Eliane de Melo, docente de uma turma de 1º ano, aplicar a avaliação do IQE auxilia no planejamento de aulas, pois através disso os professores podem encontrar maneiras de suprir as necessidades dos alunos. “Aplicar a avaliação do IQE foi uma experiência positiva, pois mesmo durante a aplicação da prova pude perceber as dificuldades e o nível de aprendizagem que meu aluno apresentava. Então, a partir dessa prova eu vou poder trabalhar mais em cima do impasse que cada um apresentou”, contou Eliane.

Nathally Kauanny, aluna do 5º ano, da Escola Municipal Maria Antonieta, contou sobre o que achou do teste e como ele vai trazer benefícios na aprendizagem não só dela, mas de toda a turma. “As avaliações do IQE são importantes, pois vão ajudar eu e meus colegas a melhorar a escrita, a leitura e a matemática”, disse.

As avaliações são de múltipla escolha e após o processamento dos dados o IQE fará a devolutiva formativa para a secretaria, para que assim sejam articuladas estratégias de trabalho. A tarefa dos formadores é transmitir aos professores esse conjunto de dados, para que assim possam trabalhar os conteúdos e as metodologias que melhorem o desempenho em sala de aula.

"A parceria com o IQE nos ajudará a traçar estratégias para melhoria dos índices nas avaliações externas, especialmente o IDEB, que a partir de 2023 impactará diretamente o recebimento dos recursos do FUNDEB”, explicou o secretário-executivo de Ensino e Aprendizagem da Secretaria de Educação e Tecnologia, Everaldo Santos. “Além disso, a melhoria de nossos índices materializará uma educação de qualidade social para todos. Dessa forma, tudo que pudermos fazer para apoiar o trabalho dos nossos professores é de suma importância”, completou.    

Postar um comentário

0 Comentários