OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Prefeitura de Belo Jardim investe R$ 200 mil na construção da rede de tratamento de efluentes e no guarda-corpo do Abatedouro Municipal

Obra será iniciada na próxima segunda-feira (11), tem prazo de conclusão de dois meses e vai deixar o local dentro das normas ambientais

Nesta quinta-feira (7), a Prefeitura de Belo Jardim assinou uma ordem de serviço para a construção da rede de tratamento de efluentes e do guarda-corpo no Abatedouro Municipal. Para executar a ação, as secretarias de Infraestrutura e Urbanismo e Agricultura fizeram um projeto que será executado pela empresa A.G.F. Silva Engenharia ME no valor de R$ 200 mil, com início na próxima segunda-feira e prazo para conclusão de dois meses.

"Essa intervenção já deveria ter sido feita há muito tempo, mas infelizmente foi negligenciada pelas gestões anteriores. O meu compromisso como gestor municipal sempre será colocar Belo Jardim no caminho do desenvolvimento. Com a construção dessa rede de tratamento de efluentes e do guarda-corpo, vamos estar de acordo com as normas ambientais e proporcionaremos um ambiente de trabalho de qualidade para os servidores do abatedouro", afirmou o prefeito Gilvandro Estrela.

De acordo com a Secretaria de Agricultura, existe uma rede de tratamento no Abatedouro Municipal que está desativada há muitos anos. Com o parecer técnico, foi constatado que era necessário construir uma nova rede e um guarda-corpo, um equipamento que é uma espécie de passarela dentro do curral dos animais para oferecer segurança aos servidores e ajudá-los na transitação dentro do ambiente.

A rede de tratamento de efluentes é uma infraestrutura que trata as águas residuais de origem doméstica e/ou industrial, comumente chamadas de esgotos sanitários, para, depois, serem escoadas para o mar ou rio com um nível de poluição aceitável através de um emissário, conforme a legislação vigente para o meio ambiente receptor.

"Estamos com expectativas altas sobre esse investimento que está sendo feito. Essa intervenção vai valorizar muito o Abatedouro Municipal que pela principal vez na história do município vai funcionar de forma correta e dentro das normas ambientais", pontuou o secretário de Agricultura, Francisco das Chagas.

Postar um comentário

0 Comentários