OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Mãe da menina Beatriz é impedida de acompanhar coletiva

 

Lucinha Mota, a mãe da menina Beatriz, morta com 42 facadas dentro de uma escola particular em Petrolina, no Sertão do Estado, teve o acesso negado à coletiva de imprensa convocada pela Secretaria de Defesa Social para apresentar os detalhes sobre a identificação do suposto assassino de sua filha. De acordo com informações preliminares, Lucinha quis acompanhar a apresentação dos detalhes junto com a imprensa, o que não a foi permitido. Após exigir a liberação da entrada, a mulher foi liberada para adentrar o prédio da SDS, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife.

"Eu vou entrar. Pode ter certeza de que vou entrar. Vocês não estão lidando com nenhum animal, nenhum cachorro, não. São seis anos aguardando resposta e soube através da imprensa", disse revoltada a mãe da menina.

Lucinha não foi convidada para acompanhar a coletiva tampouco recebeu informações do Estado e investigadores acerca da confirmação, dada ontem, da identificação do suposto assassino de sua filha. Fonte: JC Online

Postar um comentário

0 Comentários