OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

'Festas privadas de Carnaval podem acontecer seguindo os protocolos, isso até 15 de fevereiro', afirma secretário de Turismo de PE

 Imagem Ilustrativo

As possíveis festas de Carnaval e as medidas adotadas para conter o avanço dos casos da Covid-19 e da influenza H3N2 foram assuntos abordados pelo secretário de Turismo e Esportes de Pernambuco, Rodrigo Novaes na Rádio CBN Caruaru.

Rodrigo Novaes explicou o motivo do governo permanecer com as restrições para os eventos, como a exigência passaporte vacinal, número de público, exigência do teste de Covid-19. "Existe uma diminuição no número de internamentos de 18% na síndrome aguda grave, mas existe um aumento no número de casos da Covid. A diminuição no número de internamentos é por conta da diminuição da influenza H3N2, que realmente está passando. De acordo com a testagem, mais de 30% das pessoas que procuram o centro de testagem estão saindo com o resultado positivo para Covid. Então entendemos ser necessário continuar com as mesmas condições que nós temos hoje, que são restrições moderadas, justamente para estimular a vacinação e permitir que as pessoas vacinadas possam frequentar bares, restaurantes, e assim a gente ter um maior controle desta situação", explicou.

Quanto aos setores de eventos, bares, restaurantes, o secretário reconhece que são os mais atingidos nessas restrições, e sabe que têm sofrido durante toda pandemia da Covid-19. "A gente sabe o quanto isso é difícil, e este setor tem lutado, tem buscado viver os protocolos. Quanto ao setor de eventos, esse tem sido muito prejudicado, e estão realmente em uma situação difícil. Sabemos que as medidas não atendem de forma satisfatória este setor, principalmente este mês de fevereiro, por conta do Carnaval. Só que não podemos fechar os olhos para questão da saúde, que é uma prioridade do Governo do Estado, e vai continuar sendo. Pernambuco, em 2021, teve a segunda melhor mortalidade em relação à Covid-19. Então essas medidas são extremamente necessárias, eu quero crer que até o dia 15 de fevereiro a gente vai ter uma diminuição de número de casos, de internamentos, e que vai ser possível a gente tomar uma medida de voltar atrás e permitir aí um público maior. Mas só vamos saber disso aos longos dos próximos 15 dias, após fazermos uma análise da situação, já que o vírus é imprevisível", ressalta Rodrigo.

Este ano, o Governo de Pernambuco anunciou na quinta-feira (27 de Janeiro), um auxílio financeiro de R$ 3 mil a R$ 30 mil para a classe artística. O secretário de Turismo e Esportes falou sobre o assunto. "Assim como aconteceu o ano passado durante o Carnaval e os festejos juninos, foi anunciado ontem um auxílio para a classe artística e para as agremiações. Faremos jus a este auxílio e o valor investido é de R$ 6 milhões de reais, que justamente que é o valor gasto no Carnaval. Então o beneficiário poderá receber de R$ 3 mil a R$ 30 mil. Sabemos que o artista quer se apresentar, ele gosta da arte que é importante para carreira dele, mas infelizmente diante do cenário que a gente se encontra, sabemos da dificuldade".

Questionado sobre as festas privadas carnavalescas, Rodrigo reforçou que só poderão acontecer dentro dos protocolos adotados pelo Governo Estadual. "Festas privadas podem acontecer seguindo as restrições do protocolo, isso até o dia 15 de fevereiro. Depois vamos avaliar como fica essa situação, analisar os casos, e assim tomarmos a decisão em relação à semana posterior ao dia 15".

G1

Postar um comentário

0 Comentários