OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Alunos da rede pública de Belo Jardim visitam aldeias e quilombos em etapa de projeto que levará estudantes a Portugal

Cerca de 200 estudantes participaram do campus imersivo de arte-educação, etapa decisiva para a seleção daqueles que viajarão em intercâmbio

Um grupo de 200 estudantes da rede pública de ensino de Belo Jardim está participando de um campus imersivo de arte e educação como parte do projeto educacional “Era uma Vez... Brasil”. As atividades começaram com o primeiro grupo de 100 estudantes nos dias 4 ao 10. Os outros 100 estudantes iniciarão o campo imersivo nesta terça-feira (11), após os testes de Covid-19, até o dia 17 de janeiro.

A Secretaria Municipal de Educação de Belo Jardim destaca a importância do projeto e disse que o ganho para os alunos será permanente. “É um crescimento significativo na vida de cada estudante e os resultados são sempre positivos. Admiro o esforço dos nossos alunos que, mesmo com a pandemia, estão participando. São 12 escolas envolvidas no projeto, a maioria delas da rede municipal, e nós agradecemos a todos os professores pelo empenho, persistência e cuidado que tiveram ao longo deste período”, declara Carmen Peixoto, secretária de Educação de Belo Jardim.

O projeto “Era uma Vez... Brasil” tem a participação de cerca de 500 alunos do 8º e 9º anos da rede pública de ensino de três estados e seis cidades brasileiras. Além de Belo Jardim, participam da iniciativa Salvador, Jacobina e Mata de São João e Jacobina (BA), Lençóis Paulista e Macatuba (SP).

Em Belo Jardim, a ação educativa conta com a parceria do Grupo Moura, patrocinador desde a primeira edição, e do Instituto Conceição Moura, possibilitando a inclusão dos alunos. “Nesta 5ª edição, teremos o dobro da participação de alunos da rede pública de Belo Jardim no projeto. Serão 200 na fase campus e 40 no intercâmbio”, explica Lorena Tenório, Coordenadora Executiva do Instituto Conceição Moura.

Segundo a diretora executiva da Origem Produções, parceira no projeto, Marici Vila, o resultado dessa imersão será a produção de curtas-metragens de 15 minutos sobre tudo que os participantes aprenderam durante o processo do projeto.

Postar um comentário

0 Comentários