OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Prefeitura de Belo Jardim dá o último passo para a municipalização do trânsito

Nesta quinta-feira (14) aconteceu a visita técnica dos membros do Conselho Estadual de Trânsito de Pernambuco (CETRAN-PE). Este é o último passo oficial para a municipalização de Belo Jardim, que possui cerca de 79 mil habitantes e uma frota de mais de 30 mil veículos registrados. A Prefeitura de Belo Jardim tem se empenhado em organizar o trânsito do município como também proporcionar mais segurança e bem-estar a comunidade.

Vale lembrar, que municipalizar o trânsito não é uma opção da administração, é uma obrigação determinada pela Lei nº 9.503, de 22 de setembro de 1997, o Código de Trânsito Brasileiro – C.T.B. Municípios menores do que Belo Jardim estão à frente na questão de organização do trânsito, que é uma atribuição legal, além de vantagens como obter guarda municipal instituída e atuante, zona azul funcionando, sistema de transporte disciplinado, dentre outras.

Em fala, o  presidente do CETRAN-PE, Walker Barbosa, mencionou que ao contrário do que muitos pensam, a municipalização é mais um investimento da gestão municipal do que um ganho financeiro. “Não deve haver ansiedade, e nem ilusão de que amanhã o trânsito de Belo Jardim estará resolvido. Não, pelo contrário, agora começa o trabalho, começa a responsabilidade e é preciso ter calma, prudência, bom senso, para que essa construção, o desenvolvimento dessa criança (trânsito) se dê adequadamente. As respostas virão daqui há um ano, um ano e meio, desde que executadas com a competência, que eu sei que essa equipe aqui vai ter”, disse o presidente.

Com a municipalização, a SEDEC terá competência para gerenciar os problemas de trânsito diretamente, com uma maior efetividade e agilidade, adequando a circulação viária da forma que for mais conveniente para a resolução dos problemas locais, por exemplo: organizar o trânsito na área urbana, disciplinar o estacionamento, inclusive o rotativo, dispor sobre áreas públicas, circulação, sinalização, fiscalização e, se necessário, aplicação de multas, assim como a fiscalização dos transportes coletivos e tantas outras atribuições constantes da extensa lista do art. 24 do Código Brasileiro de Trânsito.

“Isso é um ato de coragem da gestão e de responsabilidade, por que sabemos que não é fácil. Sabemos o quanto tem sido difícil trabalhar com trânsito em Belo Jardim, talvez uma das missões mais difíceis em 30 anos de polícia. O ato de tornar o trânsito de Belo Jardim integrado ao sistema nacional de trânsito será de extrema importância. Queremos gerir o trânsito com lei e ordem, mas principalmente com humanidade”, disse o secretário de Defesa Cidadã, Cel. Fábio

Em sua fala, o prefeito de Belo Jardim, solicitou que essas ações sejam gradativas e executadas com respeito e educação ao motorista, mototaxista, ao cidadão. “É preciso construir um novo trânsito para Belo Jardim, mas com muito respeito ao cidadão. Tratem todos com a educação devida e tenham atitudes humanas com nosso povo”, declarou Estrela.

Postar um comentário

0 Comentários