OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Belo Jardim: Moradores interditam rua Francisco Marques Siqueira para cobrar melhoria do calçamento

 

Moradores da Rua Francisco Marques Siqueira – mais conhecida como Rua do Cemitério, localizada no bairro do Bom Conselho, em Belo Jardim, no Agreste, interditaram a rua para cobrar melhorias na localidade. Com metralhas nos dois acessos da rua, a passagem de veículos está impedida. Em um dos pontos, também há um cavalete.

Segundo os moradores, falta manutenção na pavimentação da via, que também passa uma tubulação de gasoduto. “Há pouco menos de dois anos, essa rua foi requalificada. No entanto, o tráfego constante de veículos pesados sempre volta a danificar o asfalto e deixar a rua nessas condições”, informou um morador.

“A gente se reuniu, pagou a um rapaz e ele colocou metralha nesses dois pontos da rua pra impedir, principalmente, que caminhões circulem na rua. Esperamos que o problema seja solucionado”, disse uma moradora.

A nossa redação entrou em contato com a assessoria do Grupo Moura, para obter informações sobre o tráfego de veículos pesados na localidade. “A Moura esclarece que há cerca de um ano os caminhões com destino ao Complexo da Serra do Gavião não transita pela rua em questão. Os danos e a interdição são de responsabilidade dos órgãos públicos envolvidos nas obras realizadas na região”, afirmou o comunicado.

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanismo, a rua Francisco Marques Siqueira recebeu o serviço da adutora para levar água para as unidades da Moura. A prefeitura realizou o serviço de paralelo nas laterais da via, tendo a OTL realizado a execução do serviço no decorrer da via, por onde transitam os veículos, de má qualidade, vindo a ceder.

Em maio deste ano, a Prefeitura de Belo Jardim embargou obras de duas empresas terceirizadas da Compesa, após constatar que os serviços de má qualidade estavam danificando o calçamento e asfalto de ruas e avenidas da cidade. A prefeitura informou ainda que “a gestão de Gilvandro Estrela tem fiscalizado e estado atenta para que a execução dos serviços das empresas terceirizadas da Compesa seja realizada com qualidade e de maneira satisfatória para a população. As obras foram embargadas até que empresa cumpra o acordo firmado com o Executivo”, explicou a nota.

A equipe técnica da secretaria está acompanhando todo o processo de execução dos serviços, para que os transtornos sejam resolvidos em definitivo.

Postar um comentário

0 Comentários