OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Barragens de Belo Jardim não acumulam água após chuvas do início da semana

 

Na terça-feira (16/02/21), Belo Jardim, no Agreste, registrou chuvas com intensidade de forte a moderada. Embora a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), tenha indicado que choveu 20 milímetros no município, o volume das chuvas não refletiu no acúmulo de água dos reservatórios.

A régua pluvial da barragem Pedro Moura Júnior (Ipojuca) registrou o aumento de apenas 6 centímetros. Atualmente, a barragem está com 94,82% da sua capacidade total. Já a barragem do Bitury, infelizmente, não acumulou água e se encontra com 18,26 % da sua capacidade. As informações foram repassadas à redação do BJ1 nesta sexta (19/02/21), por Thiago Grassi, gerente regional da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Até o fechamento da matéria, não obtivemos dados sobre a Barragem de Tabocas (Piaca), localizada em Serra do Vento, na zona rural.

Situação de Emergência: Em janeiro deste ano, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), divulgou uma lista com 101 municípios pernambucanos afetados pela estiagem, que tiveram situação de emergência reconhecida. Do total, 44 são do Agreste, incluindo Belo Jardim, e 54 do Sertão.

O município já sente os efeitos da estiagem na zona rural. Os moradores do distrito de Xucuru, estão sendo abastecido por seis chafarizes, após a barragem de Taioba, única fonte hídrica que abastecia a localidade, entrar em colapso total..

BJ1

Postar um comentário

0 Comentários