OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Secretaria de Saúde de Belo Jardim já está pronta para a vacinação contra a Covid-19

O governo Gilvandro Estrela, através da Secretaria de Saúde, já tem seu plano de vacinação contra a Covid-19 definido. Previstas para chegarem no dia 25 desse mês, as doses vão ser destinadas em quatro fases, que serão iniciadas pelos profissionais de saúde, idosos acima de 75 anos e ou aqueles acima de 60 anos que vivem em asilos e casas de apoio.

Segundo o prefeito de Belo Jardim, Gilvandro Estrela, é um avanço que precisa ser comemorado, tendo em vista que a imunização é importante no combate ao novo Coronavírus. “Belo Jardim prioriza a saúde do seu povo e saber que, pelo menos nessa primeira etapa, quem cuida da saúde de todos e os nossos idosos estarão imunizados é muito importante na esperança de combatermos a Covid. Eu mesmo já tive e sei que não é brincadeira”, explicou o prefeito.

Já a secretária Aline, afirmou que, “para esse começo foram determinadas as prioridades quanto ao público-alvo e vamos segui-las”. Belo Jardim vai adotar a não polarização da aplicação das vacinas, devendo ser disponibilizadas em pontos diferentes. Para os profissionais da linha de frente da saúde, as doses seguirão para as unidades básicas onde serão ministradas. Para os idosos residentes em áreas com cobertura da saúde familiar, a vacinação será porta à porta.

Os que não se encaixarem nessa cobertura, deverão se dirigir ao Centro de Vacinação Covid, que funcionará na Policlínica Ulisses Lima. Em frente à ela, também vai ter um drive-thru. Os dois serviços estarão disponíveis de segunda a sábado, das 7h às 19h.

Os idosos acamados e domiciliados em áreas descobertas, serão vacinados no próprio domicílio. Para isso, deverão entrar em contato com a coordenação do Programa Nacional de Imunização, pelo telefone: (81) 9.8494-3509.

A secretária de saúde fez um alerta para a população quanto a manutenção dos cuidados para a não propagação do vírus. “As medidas sanitárias devem continuar a ser implantadas. As pessoas devem ter a consciência de que apenas uma parcela será imunizada, mas todo o restante continuará suscetível à doença”, reforçou Aline. informações do fala- PE                  

Manhã Nordestina

Postar um comentário

0 Comentários