OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

IFPE amplia para 4.830 número de vagas entre Belo Jardim e mais 15 Campus e anuncia inscrição gratuita no processo de ingresso 2021.1

 

O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) detalhou, nesta quinta-feira (21/01/21), o processo de ingresso para novos alunos dos cursos técnicos e superiores ofertados em 2021. Inscrições gratuitas e 115 vagas a mais que em 2020, totalizando 4.830, foram algumas das novidades.

A instituição anunciou em outubro de 2020 que suspenderia o vestibular tradicional devido à pandemia de Covid-19 e, em dezembro, que não cobraria dos candidatos a realização da redação, como havia previsto inicialmente.

"Teríamos que aumentar muito o número de prédios, a quantidade de pessoas que estariam trabalhando, a aquisição de materiais e insumos. Então, seria um vestibular extremamente caro e não teríamos condições de garantir 100% de segurança para garantir aos estudantes", afirmou o reitor da instituição, José Carlos de Sá Júnior.

Para o 1º semestre de 2021, o IFPE adotou como critério análise de histórico escolar ou nota Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a depender do curso. A inscrição deve ser feita pela internet da segunda-feira (25) até o dia 21 de fevereiro (veja mais detalhes abaixo).

O sistema de cotas tem 60% das vagas reservadas para alunos vindos de escolas públicas. Dentro desse percentual, há recortes de acordo com renda e etnia e também para pessoas com pessoas com deficiência ou moradoras de áreas rurais.

As 4.830 vagas foram distribuídas entre os 16 campi do instituto, localizados em Abreu e Lima, Afogados da Ingazeira, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão.

Não foram abertos novos cursos, sendo as novas vagas diluídas entre os existentes. A divisão por modalidade ficou da seguinte forma:

Cursos técnicos integrados (ensino médio junto a técnico): 1399 vagas em 26 cursos

Técnicos subsequentes (concluído o ensino médio): 2.367 vagas em 45 cursos

Cursos superiores: 1.029 vagas em 25 cursos

Proeja (ensino médio para Educação de Jovens e Adultos e curso técnico subsequente): 35 vagas em um curso.

Processo de ingresso

Os candidatos aos cursos superiores têm duas opções de ingresso, de acordo com o campus: através da nota do Enem entre os anos 2015 e 2019, ou através da análise direta do histórico escolar do ensino médio. Todos os campi terão a oferta de vagas divididas igualmente entre as duas opções, exceto o de Recife, que vai aceitar apenas as notas do Enem.

Para os cursos técnicos nas modalidades integrado (quando o estudante faz o ensino médio concomitantemente ao curso técnico) e subsequente (quando o aluno faz o curso técnico logo após o ensino médio) é necessário apresentar o histórico escolar.

No caso do integrado, devem ser levadas em conta as notas obtidas do 6º até o 8º ano do ensino fundamental. Já no subsequente, as avaliações são focadas nas notas do 1º e 2º anos do ensino médio. De acordo com o reitor, a análise das notas do ensino médio vai excluir as do terceiro ano porque alguns estudantes podem ainda estar no ano letivo.

Durante o processo de inscrição, o candidato vai precisar informar se vai concorrer através do uso da nota do Enem ou da análise do ensino médio, incluindo as informações e a documentação solicitadas no edital, disponível no site do IFPE.

No caso dos candidatos da área de música, tanto nos cursos do ensino superior quanto no técnico, há ainda uma etapa adicional de performance por meio da submissão de um vídeo, no período de 22 a 23 de fevereiro. Os procedimentos para gravação do material estão descritos no edital.

A divulgação do listão está prevista para o dia 15 de março. Quem for aprovado deverá realizar matrícula a partir do dia 17 de março. As datas tanto da matrícula quanto do início das aulas variam de acordo com o campus escolhido.

Demais dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail ingresso@ifpe.edu.br ou diretamente nos campi, de acordo com o IFPE.

G1

Postar um comentário

0 Comentários