OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Governo é obrigado a fazer alerta após venda de 'feijões mágicos que curam coronavírus'

A Justiça determinou, pela segunda vez, que o Ministério da Saúde inclua no seu site um alerta sobre os feijões comercializados pelo pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago, que prometem curar a covid-19. Segundo o Uol, a decisão foi tomada no plantão judiciário após uma nova solicitação do MPF (Ministério Público Federal) e serviu como reforço à ordem liminar da 5ª Vara Cível da Justiça Federal de São Paulo de 27 de outubro. 

A determinação é que "a União informe em site do Ministério da Saúde, em caráter contínuo, de forma cuidadosa e respeitosa, neutra, limitando-se a informar se há ou não eficácia comprovada do artefato (sementes de feijão/feijões) no que tange à covid-19". No entanto, a informação solicitada não foi disponibilizada nas plataformas do ministério até o momento. Comercialização Os vídeos feitos pelo pastor Valdemiro Santos vendendo a "iguaria" foram retirados do ar a pedido do MPF. O pastor Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus foram multados no valor de R$ 300 mil por danos sociais e morais coletivos pela veiculação de anúncios e comercialização dos feijões, sob a alegação de que teriam efeitos terapêuticos. Fonte: Agreste em Alerta

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Eu vou morrer e não vou entender como é que tem tanta gente que acredita nesse falsário, esse pastor Valdemiro, ele só pode ter pacto com o Satanás, para fechar os olhos das pessoas que acreditam nele. Mas Deus é mais!!

    ResponderExcluir