ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Procuradoria Geral recomenda que TSE mantenha inelegibilidade do Cacique Marquinhos

 

A Procuradoria Geral Eleitoral, por meio do vice-procurador-Geral Eleitoral, Renato Brill de Góes, emitiu na última quinta-feira (10/12) um parecer recomendando que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mantenha a inelegibilidade do Cacique Marquinhos, eleito prefeito pelo partido Republicanos na cidade de Pesqueira. Apesar da vitória nas urnas em novembro, a homologação do resultado depende da Justiça.

O documento afirma que um dos motivos para o pedido é a condenação por crime contra o patrimônio cometido pelo Cacique Marquinhos e que o prazo de inelegibilidade ainda não expirou. A assessoria de imprensa do cacique afirmou que vai continuar participando do processo de argumentação jurídica e enfatizando os elementos nos quais discordam da inelegibilidade.

Candidatura indeferida

Mesmo tendo mais de 51% dos votos válidos, a candidatura do cacique foi indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) e o caso está sub judice. O Cacique Marquinhos precisa ter a situação regularizada até a data da diplomação, marcada para 18 de dezembro, para assumir o cargo sem maiores problemas.

NE 10 Interior

Nenhum comentário