ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pazuello: uso emergencial da vacina pode ocorrer ainda em dezembro

O ministro da saúde, Eduardo Pazuello, informou nesta quarta-feira (9) que, caso sejam aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as vacinas contra a Covid-19 poderão ser usadas para uso emergencial ainda em dezembro deste ano.

O general citou os laboratórios Pfizer, AstraZeneza e SinoVac em entrevista à CNN Brasil. Em reunião com os governadores na manhã de terça-feira (8), o ministro informou que os imunizantes devem ser registrados no Brasil apenas em fevereiro de 2021.

"Uso emergencial pode acontecer em dezembro, por exemplo? Em hipótese? Se tivéssemos a dose, sim. Se a Pfizer conseguir a emergencial, e nos adiantar algumas doses, pode. Em quantidades pequenas, de uso emergencial. Pode acontecer com a Pfizer, pode acontecer com o Butantã, com a AstraZeneca. É íntimo da produtora, não é uma campanha de vacinação", disse Pazuello.

Programa Nacional de Imunização

O chefe da pasta voltou a falar que a vacinação nacional pode acontecer entre janeiro e fevereiro, caso a Anvisa realize os registros em janeiro. Com os registros, a vacina é implementada no Programa Nacional de Imunização (PNI).

Segundo o ministro, há 15 milhões de doses da Pfizer garantidas para janeiro, e 500 mil doses da AstraZeneca.

Ainda nesta quarta-feira será definida a malha geográfica da distribuição das vacinas imunizantes contra o novo coronavírus. Assim como em outras campanhas de vacinação, a ideia é distribuir insumos por vias aéreas e rodoviárias. O governo federal irá disponibilizar os materiais para os estados da federação, que, por sua vez, distribuirão a seus municípios. Fonte: DP

Nenhum comentário