OFERECIMENTO/ PROPAGANDA

Notícias

6/recent/ticker-posts

Artistas belo-jardinenses podem ficar sem verba federal de R$ 553 mil

Desde setembro, a classe artística de Belo Jardim vem dialogando com a Secretaria de Cultura do município a respeito do repasse da verba federal referente à Lei Aldir Blanc. No entanto, faltando poucos dias para sair o resultado do edital, os profissionais da secretaria ameaçam paralisar as atividades devido à falta de pagamento por parte da Prefeitura.

Somando-se a outros contratados da Prefeitura de Belo Jardim, os trabalhadores da pasta de Cultura estão sem receber seus salários há meses. “O edital foi prorrogado e o resultado está definido para o dia 9 de dezembro. A questão é que os funcionários da secretaria estão há três meses sem receber seus salários e, por conta disso, há o risco do trabalho parar e nesse caso a verba retorna”, explica a arte-educadora e atriz, Marília Azevedo.

Assim como Marília, a produtora cultural Tiffany dos Santos se preocupa com a situação de toda a classe artística da cidade e conta como a lei está sendo trabalhada no município. “Se eu não me engano, o dinheiro chegou desde o dia 06 de outubro, antes disso já estava sendo criados grupos com artistas juntamente com as reuniões com Maéve [diretora de Cultura].”

Ao todo são R$ 553 mil para atender as mais diversas linguagens artísticas que sofreram durante esse ano com a paralisação de seus trabalhos devido à pandemia do novo Coronavírus. Além de movimentar a economia e oportunizar trabalho para mais de 100 profissionais diretamente, a lei também proporciona o fortalecimento da cultura na cidade.

Portanto, a classe artística convoca a população belo-jardinense para garantir a aplicação correta dessa verba, por acreditar que só por meio da pressão popular é possível avançar na luta. Para isso, um protesto será realizado na próxima quinta-feira (03/12), em frente à Prefeitura a partir das 9h.

Essa reportagem também entrou em contato com a Secretaria de Cultura, mas não obteve resposta.  

Jardim do Agreste


Postar um comentário

0 Comentários