ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Por falta de provas, Ministério Público arquiva denúncia de rachadinha contra o candidato a prefeito Gilvandro Estrela

 

Por falta de provas, MP arquiva denúncia de rachadinha contra Gilvandro. De acordo com o Ministério Público não há provas de qualquer indício de ilegalidade.

O advogado João Prudêncio até tentou construir uma acusação contra o candidato a prefeito de Belo Jardim Gilvandro Estrela (DEM), nesta sexta-feira (06), o envolvendo no esquema de “Rachadinha” ou em suposto caso de “funcionários fantasmas” em seu gabinete. Entretanto, no mesmo dia, a verdade se fez soberana e o Ministério Público de Pernambuco se pronunciou.

Gilvandro Estrela viu a justiça ser feita e essa Fake News envolvendo seu nome ser arquivada pelo Ministério Público de Pernambuco. De acordo com o MP, não há indícios ou provas que Gilvandro Estrela tenha participado do esquema das "Rachadinhas", durante seu mandato como vereador. Com isso, o órgão se quer, propôs a ação civil por atos de improbidade.

 

"Para mim, é mais uma vitória e a prova para o povo que sou um homem de bem, ficha limpa e prezo pela decência. Estive tranquilo que a justiça seria feita, porque sou verdadeiramente um homem de princípios. É essa coragem de enfrentar os problemas, seja quais forem, que levarei para a Prefeitura de Belo Jardim" agradeceu Gilvandro.

Por liderar as pesquisas de intenção de voto para prefeito em Belo Jardim, Gilvandro Estrela tem sido alvo frequente dos ataques da oposição contra sua pessoa, que ferem, inclusive, sua honra e moral. "Enquanto eles me agridem, eu trabalho. Enquanto as redes deles estão sendo alimentadas com ofensas, as minhas estão sendo alimentadas com propostas. Sigo minha campanha de maneira correta e íntegra, como deve ser", disse Gilvandro.

Ele aproveitou e comentou ainda que sua candidatura segue imaculada e que "em 15 de novembro a esperança do povo em dias melhores nos dará a vitória". Sobre as acusações do colega de profissão, Gilvandro disse apenas que “a justiça se fez presente e é preciso acreditar nela. O mau não se paga com o mau, o mau se paga com o bem”.

ASSESSORIA

Nenhum comentário