ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Preconceito na participação de lideres religiosos na política

 Em Belo Jardim temos dois candidato a vereadores que são lideres religiosos. Eleição ficará marcada pelo aumento de lideres da igreja concorrendo a cargos eletivos.

Qualquer cidadão que seja maior de idade, esteja em situação regular com a justiça e filiado a um partido pode ser candidato mesmo que seu sexo, profissão ou cargo que possui no mercado de trabalho seja considerado de pouca relevância. A participação das mulheres, por exemplo, era vista como algo abominável, cercado de preconceitos, hoje ainda predomina, mas tem diminuído, tanto que já tivemos até uma presidente mulher, Dilma Roussef (PT). O número de Jovens também está crescendo, assim como profissionais de várias categorias como pedreiros, vaqueiros, eletricistas, empresários, mecânicos, muitos levam sua profissão no nome ou slogan de campanha. Outro que causa polêmica é a participação dos lideres religiosos na política, tem sido alvo de criticas por parte da população, mas o fato é que eles também estão se elegendo e o número aumentará cada vez mais, muitos largam a religião pelo interesse financeiro e benefícios que o cargo eletivo oferece, outros querem ajudar a população de forma ativa e honesta.

O município de Maués, a 356 km de Manaus, teve eleito em 2013, o primeiro prefeito padre do Amazonas. O candidato foi o Padre Carlos (PT) que venceu a disputa majoritária.

Em São Bento do Una, no Agreste pernambucano, tivemos um padre eleito prefeito por dois mandatos seguidos, foi Aldo Mariano. Depois acabou retornando a ser padre e agora temos um ex-padre, é Fabio Cavalcante (PSB) que é candidato a prefeito. Já Belo Jardim, cidade vizinha de São Bento do Una, temos dois candidatos a vereador que são lideres religiosos: Pastor Moises (Rede) que além de ser candidato, comanda o diretório municipal da rede Sustentabilidade em Belo Jardim e o outro é Pastor Antônio (DEM) candidato a vereador.

Falando deste último, antes de se tornar candidato, já havia prestado vários serviços em prol dos mais carentes. Faz um trabalho bonito na Igreja Pentecostal, tanto que o Pastor Antonio é conhecido como Negão abençoado. Se eleito pretende ampliar seu trabalho na área social para alcançar mais pessoas com projetos na Câmara que beneficiem os mais necessitados

Um comentário:

  1. Esse Antônio é um vigarista fanfarrão e interesseiro só quer ser o rico com o dinheiro dos outros igual fazia com os dízimo da igreja isso realmente pra vereador nunca vai ganhar esse cabeça de cavalo fanfarrão e vigarista mora nas casas e corre pra ñ pagar o aluguel tem tanta divida de aluguel de igreja que ñ pagaram. Isso nunca foi pastor mentiroso safado.

    ResponderExcluir