ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em dia marcado por atividades com o povo, o candidato a prefeito Beto de Lulão e seu vice Fábio Galvão inauguraram comitê nesta terça (13/10)

 

Agenda contou ainda com caminhada e adesivaço. Em noite com o céu iluminado e ruas vestidas com as bandeiras da chapa que levará Belo Jardim ao desenvolvimento, à justiça social e ao bem-estar do povo, os candidatos a prefeito e vice pelo PT, Beto de Lulão e Fábio Galvão, respectivamente, inauguraram nesta terça-feira (13/10), o comitê 13. Alguns amigos, militantes, familiares e eleitores participaram do ato simbólico.

O espaço é amplo, moderno e homenageia as expressões culturais de Belo Jardim, bem como seu povo. A casa 13 funciona na avenida Siqueira Campos, que fica no Centro, e pode ser visitada por toda a população, desde que sejam seguidas as recomendações dos órgãos de saúde para a prevenção à Covid-19.

Ao longo do dia, ainda cedinho, Beto de Lulão e candidatos a vereador pelo Partido dos Trabalhadores percorreram a feira livre, conversaram com feirantes, comerciantes do entorno e mototaxistas e ouviram seus depoimentos. Sempre preocupados com o que hoje é disponibilizado a eles, demonstraram não só insatisfação, mas desesperança na política. Ao mesmo tempo reforçaram a crença em dias melhores a partir da mudança.

Pela tarde, de forma organizada e atendendo a todos os cuidados que o momento de pandemia pede, proprietários de carros e motos foram à Praça da Criança, na Cohab I, para demostrarem total apoio não só a Beto, Fábio e aos candidatos a vereador, mas, sobretudo, ao projeto de transformação que apresentam ao povo de Belo Jardim.

“Com todas estas atividades em um dia tão marcante, a gente reforça nossa luta por uma Bejo Jardim melhor de se viver. Tem sido muito bom conversar com as pessoas, apresentar nossos projetos. Estamos no caminho certo, pois estamos com o povo e pelo povo. Nossa luta é e sempre será incansável para elevar a nossa cidade e a nossa população ao patamar que elas merecem”, comenta Beto de Lulão.

O comitê – Pensado para sempre estar de portas abertas e com atividades para o povo, o espaço conta com mural em grafite, produzido por Alex Grafiteiro, e que homenageia a música, a capoeira, as artes plásticas, mas, essencialmente o povo de Belo Jardim e sua cultura. O lugar dispõe também com exposição de peças em barro das artesãs Adelma e Luiza dos Tatus, que moram lá no Sítio Rodrigues e tão bem representam esta terra.

Quem for visitar o comitê 13 poderá ainda viajar pelo universo dos livros, uma vez que há uma geladeira literária recheada de exemplares de escritores da cidade ou de livros que falam do município, como “A cidade atravessada”, de José Adilson Filho; “Fazenda Alegria”, de Bertin Di Carmelita; e “Poemas sem Cabresto”, de David Henrique, além de outros.



Nenhum comentário