ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Gilvandro estrela processa autores e divulgadores de fake news


Gilvandro estrela processa autores e divulgadores de fake news

De acordo com a assessoria jurídica, representados terão que explicar à juíza criminal de Belo Jardim as acusações difamatórias e caluniosas envolvendo o nome do pré-candidato.

Na manhã desta segunda-feira (24/08), a assessoria jurídica do vereador e pré-candidato a prefeito de Belo Jardim, Gilvandro Estrela (DEM), representou criminalmente contra seis pessoas apontadas como autores de fake News. Os comunicadores da Rádio 104 FM, Paloma Demétrio Azevedo e Manoel Ricardir, estão entre os alvos em razão de campanha difamatória e caluniosa promovida em desfavor de Gilvandro Estrela. No processo, também foram incluídos José Washington Teixeira de Freitas, Eliomar Silva e José Adelson Oliveira da Silva, conhecido como Del da Moura.

Os representados terão que constituir advogado e explicar perante a juíza da vara criminal de Belo Jardim as alegações e propagações de vídeos vinculados em grupos de WhastApp e nas redes sociais, afetando a honra e denegrindo a imagem, configurando crime de difamação e calúnia contra Gilvandro.

Há muito tempo que a política do município tem se resumido em acusações de cunho pessoal ou baseadas em fake news, o que não agrega e nem constrói uma política propositiva. O advogado especialista Mauro Jorge, da Coêlho da Silveira Assessoria Jurídica, reiterou a preocupação que as pessoas têm que tomar com as acusações sem provas e infundadas.

“A campanha política em Belo Jardim precisa ser feita com responsabilidade e não criminosa, com fim de ofender a honra e a imagem do pré-candidato a prefeito. Essas pessoas representadas criminalmente, além de responder criminalmente, serão processadas no âmbito civil e, ao final, poderão pagar títulos indenizatórios em favor do pré-candidato. É o momento de se discutir o contexto da cidade e de não fazer uma campanha criminosa, ofensiva à honra e imagem. Essas pessoas estão extrapolando os limites legais”, relatou o especialista.

Fonte: Assessoria de Gilvandro Estrela

Nenhum comentário