ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pernambuco ultrapassa 76 mil casos da Covid-19 e chega a 5.836 mortes



Pernambuco confirmou, nesta quinta-feira (16), mais 1.131 casos da Covid-19 e 64 mortes, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Com isso, o estado passou a contabilizar 76.091 infectados pelo novo coronavírus e 5.836 óbitos, números que começaram a ser registrados no início da pandemia, em março.

De acordo com a SES, do número de confirmações no boletim desta quinta-feira (16), 962 são casos leves, de pacientes que não precisaram ser internados em hospitais, que estavam na fase final da doença ou curados. Os outros 169 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Do total de 76.091 registros da Covid-19, 21.653 são graves e 54.438 leves.

Além disso, o boletim também registrou mais 635 pessoas curadas da Covid-19, totalizando 53.970 pessoas recuperadas da doença. Desse total, 11.176 são de casos graves, que demandaram leitos no sistema de saúde, e 42.794 casos leves. Há casos graves confirmados da doença em 181 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros estados e países.

Segundo o governo, juntando os leves e os graves, foram confirmados 4.958 casos em uma semana. Já na semana anterior, foram 6.442, o que representa uma queda de 23%. Na semana epidemiológica 27, foram 5.651 casos leves e 791 casos SRAG e na semana 28, foram 4.425 leves e 533 graves, representando uma queda de 21,7% e 32,6% respectivamente.

O governo informou, ainda, que os óbitos por Covid-19 apresentaram uma queda de 41,2% na comparação entre as duas semanas, passando de 221 na semana 27 para 130 na semana 28. Com relação aos óbitos suspeitos por Srag, também foi identificada uma queda, passando de 355 para 224 (36,9% a menos).

No boletim desta quinta, a SES informou que "a melhor forma de analisar a evolução e a curva de transmissão da doença é a partir das datas de ocorrência dos óbitos e pelas datas de notificação dos casos" e que "a análise pelos dados dos informes diários não é indicada, já que, por vezes, há o acúmulo, ou a falta de notificações, que são feitas pelas secretarias municipais, unidades de saúde e laboratórios".

Sendo assim, segundo o governo, ao longo das últimas semanas, Pernambuco "vem observando uma tendência de queda dos casos e dos óbitos pela Covid-19" e "as análises apontam uma redução em todos os indicadores na comparação entre as semanas epidemiológicas 27 (28/06 a 04/07) e 28 (05 a 11/07)". Fonte: G1

Nenhum comentário