ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Igrejas e templos religiosos reabrem em Belo Jardim e no Agreste a partir da segunda-feira (13/07), anuncia governo de PE



A partir da segunda-feira (13/07), os municípios do Agreste, que estavam na etapa 2 do Plano de Convivência com a Covid-19, avançam para a etapa 4. O avanço permite a retomada das celebrações religiosas em templos e igrejas e deixa a cargo dos municípios a regulamentação do acesso a parques, praças e calçadões, que devem seguir os protocolos para o restabelecimento das atividades de maneira gradual.

Os espaços religiosos precisarão seguir um protocolo com uma série de medidas preventivas, e limitar o público a 30% da capacidade. Os templos de até 1 mil lugares podem chegar ao limite de 50 pessoas, os que tem capacidade acima de 1 mil, podem frequentar até 300 pessoas.


Na entrada dos locais deve ser realizado o controle do fluxo de pessoas. Caso haja formação de filas, deve haver marcação para manter o distanciamento mínimo. Sempre que possível, as portas de entrada devem ser distintas das de saída, havendo sinalização de sentido único, de modo a evitar que as pessoas se cruzem.

Segundo o secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Alexandre Rebêlo, entre as celebrações precisa haver um intervalo mínimo de três horas, tanto para evitar aglomeração quanto para garantir a efetiva limpeza do ambiente. “Essas atividades devem obedecer as medidas sanitárias priorizando, além do distanciamento, os protocolos de higiene, com cadeiras e bancos de uso individualizado, em quantidade compatível com o número de participantes”.


Os bancos de uso coletivo devem ser reorganizados e demarcados de forma a garantir o afastamento recomendado. Antes, durante e depois da realização das celebrações religiosas devem ser evitadas práticas de aproximação entre as pessoas e outras formas de contato físico, como dar as mãos, beijos, abraços, apertos de mãos, entre outros.
G1


Nenhum comentário