ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Gestão do prefeito de Belo Jardim Francisco Hélio deve mais de R$ 2 milhões a Celpe



Após a reportagem noticiar com exclusividade que a energia da Praça dos Eucaliptos foi cortada devido a dívida da Prefeitura de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, com a Celpe, nossa reportagem fez um levantamento detalhado no Portal Tome Conta, do Tribunal de Contas (TCE), e descobriu um déficit milionário do município com a companhia. O valor total está na casa dos R$ 2.250.417,24.

Desse montante, R$ 847.490,07 é referente ao termo de reconhecimento de dívida e plano de parcelamento, acordado entre a Celpe e prefeitura, em dezembro do ano passado.

O restante do valor é referente a dívidas com as secretarias de Obras (R$ 1.290.540,06); Saúde (R$ 50.615,91); Juventude (R$ 853,23); Especial da Mulher (R$ 538,67); Educação (R$ 2.216,44); e com as escolas da rede municipal de ensino (R$ 58.163,24).

A reportagem indagou a Celpe sobe a dívida da Gestão Hélio dos Terrenos com a companhia. Em nota, a empresa informou que a prefeitura “possui dívidas relativas à iluminação pública do município, além de débitos de fornecimento de energia para prédios públicos”.

A Celpe informou ainda que com objetivo de resolver a situação negociou a dívida, em dezembro do ano passado, mas a Gestão Hélio dos Terrenos voltou a acumular novos débitos. “A Prefeitura de Belo Jardim voltou a acumular novas dívidas com a Celpe, com o não pagamento das faturas entre
os meses de janeiro a julho de 2020. A concessionária mantém aberto o canal de negociação dos débitos, porém não tem obtido sucesso com a administração municipal”.

Por fim, a Celpe se disse aberta para que a prefeitura realize a negociação e o pagamento das faturas em atraso, evitando assim “a suspensão do fornecimento”.

Confira a nota na íntegra:
A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) esclarece que a Prefeitura de Belo Jardim possui dívidas relativas à iluminação pública do município, além de débitos de fornecimento de energia para prédios públicos. A concessionária, com objetivo de resolver situação, negociou a dívida com a
administração municipal.

Após esse acordo, realizado no mês de dezembro de 2019, a Prefeitura de Belo Jardim voltou a acumular novas dívidas com a Celpe, com o não pagamento das faturas entre os meses de janeiro a julho de 2020. A concessionária mantém aberto o canal de negociação dos débitos, porém não tem obtido sucesso com a administração municipal. A Celpe se coloca à disposição para que a Prefeitura realize a negociação e pagamento das faturas em aberto, evitando a suspensão do fornecimento. A Celpe se coloca à disposição.
bj1

Nenhum comentário