ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pernambuco ultrapassa 4 mil mortes pela Covid-19 e tem 47.446 casos confirmados



Com mais 50 óbitos confirmados nesta quarta-feira (17), Pernambuco ultrapassou a marca de 4 mil mortes causadas pela Covid-19 (veja vídeo acima). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), são 4.009 registros de pessoas que faleceram com a doença causada pelo novo coronavírus.

O estado superou os 3 mil óbitos no dia 3 de junho. A marca de 2 mil mortes foi atingida no dia 22 de maio. As mil mortes foram ultrapassadas no dia 10 de maio.

Ainda nesta quarta (17), o estado também contabilizou 1.019 novos casos, o que eleva o total a 47.446 pacientes. Das 1.019 confirmações, 858 foram de casos considerados leves, enquanto 161 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

Com esse acréscimo, o estado passa a ter 17.566 casos graves e 29.880 leves.

Mortes
Os 50 óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Recife (13), Jaboatão dos Guararapes (5), Paulista (3), Caruaru (2), Cupira (2), Itapissuma (2), Joaquim Nabuco (2), Agrestina (1), Amaraji (1), Barreiros (1), Bom Jardim (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Camaragibe (1), Chã Grande (1), Glória do Goitá (1), Goiana (1), Gravatá (1), Lagoa do Itaenga (1), Moreno (1), Olinda (1), Santa Cruz do Capibaribe (1), São Lourenço da Mata (1), Taquaritinga do Norte (1), Timbaúba (1), Tracunhaém (1) e Trindade (1), além de 2 mortes de pessoas provenientes de outros estados.

Os 50 pacientes tinham idades entre 19 e 94 anos, além de um bebê recém-nascido (3 meses) do sexo feminino. Deles, 31 apresentavam comorbidades, como doença cardiovascular, diabetes, hipertensão, doença renal, obesidade, tabagismo/histórico de tabagismo, câncer e outros.

Testes
Pernambuco fez 2.489 testes nas últimas 24 horas, elevando o total de exames feitos no estado para 89.373 desde o início da pandemia.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 14.073 casos foram confirmados e 15.686 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.

Taxas de ocupação
A taxa de ocupação dos leitos de terapia intensiva (UTI) voltou a cair. Agora, 82% dos 745 leitos do tipo estão com pacientes. Em relação aos leitos de enfermaria, 44% dos 933 estão ocupados. A média geral - considerados os dois tipos de leitos - é de 59% de ocupação média. Fonte: G1

Nenhum comentário