ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Um mês após primeira confirmação, Pernambuco chega a 85 mortes e 960 casos de Covid-19


Pernambuco chegou a 960 casos de pacientes com o novo coronavírus, neste domingo (12). São 144 pessoas a mais do que no sábado (11), quando havia 816 confirmações de pessoas com a doença. Houve, ainda, registro de 13 novos óbitos, indo para 85 mortes de pacientes com a Covid-19, ao todo. Os dois primeiros casos no estado foram confirmados no dia 12 de março.

Dos 960 casos, 548 estão em isolamento domiciliar e 281 pessoas estão internadas, sendo 40 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 241 em leitos de enfermaria. Outros 46 pacientes estão curados da doença, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

"Desde a chegada da Covid-19 em nosso estado, se fez necessário uma série de medidas restritivas, muito duras, mas que tem nos dado condição e o tempo necessário para minimizar a expansão da doença", afirmou o governador Paulo Câmara (PSB), em comunicado divulgado em vídeo em que fez um balanço do primeiro mês da doença em Pernambuco.

Dos 184 municípios de Pernambuco, 51 registraram pacientes com a doença. Há, também, casos no arquipélago de Fernando de Noronha, além de pacientes de outros estados e países que receberam a confirmação da Covid-19 em Pernambuco.

Os novos municípios com casos confirmados, neste domingo (12), foram: Chã GrandeGlória do GoitáItapissumaMachados e São José da Coroa Grande.

A respeito dos óbitos, a SES informou que as confirmações de mortes ocorridas neste domingo (12) são de três mulheres e dez homens, com idades entre 42 e 84 anos. Entre eles, está o presidente da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, vereador Cícero Pinheiro (PTB).

Os óbitos ocorreram entre os dias 3 de abril e o sábado (11), no Recife e em Vitória de Santo Antão, Palmares, Cabo de Santo Agostinho, São Lourenço da Mata, Goiana, Camaragibe, Jaboatão dos Guararapes e Limoeiro.
Confira os novos óbitos confirmados
Homem, de 68 anos, morador de Vitória de Santo Antão. Morreu no dia 3 de abril. Tinha hipertensão arterial e era ex-tabagista.
Homem, de 68 anos, morador de Palmares. Morreu no sábado (11). Tinha insuficiência renal.
Homem, de 60 anos, morador do Cabo de Santo Agostinho. Morreu na sexta (10). Não foram informadas comorbidades.
Mulher, de 69 anos, moradora de São Lourenço da Mata. Morreu no sábado (11). Tinha arritmia cardíaca.
Homem, de 42 anos, morador de São Lourenço da Mata. Morreu na sexta (10). Tinha hipertensão e diabetes mellitus.
Mulher, de 77 anos, moradora de Goiana. Morreu na quinta (9). Tinha diabetes.
Mulher, de 73 anos, moradora de Camaragibe. Morreu no dia 5 de abril. Tinha diabetes e hipertensão.
Homem, de 84 anos, morador de Jaboatão dos Guararapes. Morreu na sexta (10). Não foram informadas comorbidades.
Homem, de 61 anos, morador de Limoeiro. Morreu no sábado (11). Tinha hipertensão e diabetes.
Homem, de 66 anos, morador do Recife. Morreu na sexta (10). Tinha hipertensão arterial.
Homem, de 50 anos, morador do Recife. Morreu na sexta (10). Tinha diabetes.
Homem, de 66 anos, morador do Recife. Morreu no sábado (11). Tinha epilepsia.
Homem, de 73 anos, morador de de Jaboatão dos Guararapes. Morreu na sexta (10). Histórico de Acidente Vascular Cerebral.

Histórico
Há um mês, no dia 12 de março, o estado registrava os dois primeiros casos da Covid-19, de moradores do Recife que estiveram juntos na Itália. Após a primeira confirmação de casos, Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, e Belo Jardim, no Agreste, foram os municípios seguintes a ter pacientes com a Covid-19. A confirmação ocorreu após quatro dias.

No dia 22 de março, a cidade de Olinda confirmou o primeiro paciente do município. Em 23 de março, a confirmação foi feita em Caruaru, no Agreste, e em Petrolina, no Sertão.

No dia 27 de março, moradores de Goiana e de Camaragibe, no Grande Recife, receberam o exame confirmando a doença, assim como no arquipélago de Fernando de Noronha. Um dia depois, houve confirmações em São Lourenço da Mata. No dia 29, o município de Palmares, na Zona da Mata, confirmou o primeiro caso.

Três dias depois, no dia 31 de março, foi a vez da cidade de Aliança, na mesma região, confirmar o primeiro paciente com a Covid-19. No dia 3 de abril, a confirmação de casos foi feita nas cidades de PaulistaCabo de Santo Agostinho e Ipubi.

No dia 6 de abril, houve registro de casos em PaudalhoLagoa do Carro e Cachoeirinha. Um dia depois, houve registro em IgarassuMorenoVitória de Santo AntãoCatendeMacaparanaTimbaúbaBom Jardim e Salgueiro.
No dia 8 de abril, Passira e Arcoverde tiveram o primeiro registro de casos. No dia 9 de abril, foi a vez de Abreu e LimaCarpinaLimoeiroJoão AlfredoPombosFrei MiguelinhoGaranhuns e Capoeiras confirmarem pacientes com a doença.

Já na sexta (10), a confirmação foi feita em IpojucaSão CaetanoBom Conselho e Serra Talhada. No sábado (11), houve registro de pacientes em TracunhaémGameleiraQuipapáSanta Cruz do CapibaribeSão Bento do UnaToritama e Sertânia.

Balanço
De acordo com o governo de Pernambuco, 4.729 profissionais da área da saúde foram convocados para tratar casos suspeitos e confirmados da Covid-19 no estado. Desses, cerca de 1 mil foram distribuídos em unidades hospitalares do estado. Os demais estão concluindo o processo de admissão.

Ao longo dos últimos 30 dias, o governo também informou ter montado cerca de 390 leitos, sendo 161 de UTI. Além da implantação de leitos no Grande Recife, também foram anunciados leitos de UTI em em Caruaru, Palmares, Arcoverde, Garanhuns, Serra Talhada, Salgueiro, Araripina e Petrolina, abrangendo todas as regiões do estado.

Para o enfrentamento da Covid-19, R$ 600 milhões do tesouro estadual foram destinados para cobrir despesas identificadas para os próximos meses. Desse total, R$ 76 milhões são oriundos de repasses do Sistema Único de Saúde (SUS).

O governador Paulo Câmara afirmou, ainda, que o estado já comprou mais de 5 milhões de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs). "Estamos, hoje, conseguindo testar todos os pacientes internados e testar os nossos profissionais de saúde", apontou. Fonte: G1

Nenhum comentário