ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Empresário cria projeto para doar alimentos a famílias carentes e de trabalhadores informais durante a pandemia de coronavírus


Com o intuito de ajudar famílias carentes e de trabalhadores informais durante a pandemia de coronavírus, o empresário Arnaldo Xavier, residente em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, criou o projeto “Alimente essa casa”. Apesar da ação ter sido desenvolvida em Pernambuco, Arnaldo sonha em poder ajudar pessoas de todos os estados brasileiros.

A ideia surgiu quando o empresário estava em casa durante este período de isolamento social - que é uma das formas de evitar o contágio da Covid-19. Arnaldo tem cerca de 500 pessoas trabalhando na empresa dele e contou que sabe que não é fácil para um operário sustentar a casa. No entanto, estas pessoas podem contar com um salário mensal. Então, ele refletiu sobre a renda dos trabalhadores informais.

“Tem muita gente na informalidade, que depende do trabalho diário. Como na nossa região há muitas pessoas que vivem nesse caminho, são pequenos negócios, vendedores de laranja, vendedor de água, carroceiro... Esses não têm garantia de rendimentos no fim do mês ou no início da semana. Comecei a imaginar onde essas pessoas iriam conseguir alimentos. Eu sei que a primeira semana não é tão difícil, porque deve haver algum estoque [de dinheiro e comida], por menor que seja, mas a partir da segunda semana começa a complicar”, destacou.

Em casa, Arnaldo passou a ideia para o papel e a mostrou à esposa, filhas e a uma pessoa que trabalha com ele. O empresário leu o que tinha escrito e perguntou a cada uma delas se a proposta estava compreensível. “Fomos tirando algumas dúvidas juntos e criamos um formato que ficasse claro para todos”, disse.

O “Alimente essa casa” pode ser adotado por qualquer pessoa que tenha condições de ajudar. O processo é simples: basta pegar umas das artes disponibilizadas no perfil de Arnaldo e postar nas redes sociais para que os seguidores e amigos ajudem a encontrar pessoas que precisem de alimento. “Depois, essas mesmas pessoas devem postar o endereço daquela casa que esteja com necessidade. Isso pode ir muito além de uma cidade só, pode ir para outros estados e por que não para todo o país?”, pontuou.

“Qualquer pessoa pode participar. É só publicar uma das artes na rede social. Eu acredito que com muita gente postando endereços, muitas pessoas vão ser ajudadas”, Arnaldo Xavier.

Apesar de o projeto ter começado há pouco tempo, o empresário afirmou que muitas famílias foram contempladas. “Algumas pessoas que receberam ajuda vão na minha rede social para agradecer. Para mim, não precisa esse agradecimento, mas uso o que as elas mandam para mostrar a todos que está dando certo”, explicou.

Pensando nas recomendações dos órgãos de saúde, Arnaldo destacou que é importante limpar todos os produtos, tanto os alimentos quanto as sacolas plásticas, antes de fazer a entrega às famílias. “É importante que a pessoa que for fazer essa doação, saia sozinho para não causar aglomerações. É só deixar as comidas e voltar para casa. Eu só peço para que as pessoas ajudadas sejam realmente pessoas que estejam precisando. É muito importante isso”, finalizou. Fonte: G1

Nenhum comentário