ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Aos 91 anos, idosa leu a Bíblia 89 vezes: “A cada leitura me sentia mais próxima de Deus”



Uma idosa de 91 anos tem deixado um legado de dedicação à Palavra de Deus. Em 71 anos de vida cristã, Dyrce de Laponte Machado Brandão leu a Bíblia toda 89 vezes, em busca de ter “mais conhecimento e intimidade com Deus”.

Dyrce entregou sua vida a Jesus em julho de 1948, aos 20 anos, quando participou de um culto na Igreja Batista em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro. Ela fez o apelo depois de ser tocada pela letra de um hino cristão, que diz: “Meu amigo, hoje tu tens a escolha... Amanhã pode ser muito tarde, hoje Cristo te quer libertar”.

Poucos dias depois Dyrce foi batizada e, desde então, manteve-se fiel a Deus. Ela tornou-se membro fundadora da Igreja Batista em Vargem Alegre, onde atuou como diretora da Escola Bíblica, tesoureira e vice-presidente da denominação. São mais de 31 anos dedicados ao ministério diaconal e pregação do Evangelho.

O testemunho de Dyrce impactou sua família e também sua igreja. “Deus me deu a oportunidade de influenciar meus irmãos, principalmente os mais novos. Na igreja, Deus me concedeu a oportunidade e privilégio de usar meus talentos”, diz em entrevista ao Guiame.

Em julho de 2018, em um culto de ação de graças por seus 90 anos de idade, Dyrce recebeu um certificado da Sociedade Bíblica do Brasil pela 88a leitura completa da Bíblia. “Foi um momento de muita emoção para minha família, para meus amigos e para a igreja”, ela comenta.

Seu amor pela Bíblia tem influenciado outras pessoas a fazer o mesmo. “Com alegria e sentimento de gratificação posso dizer que fiquei sabendo de alguns familiares e membros da igreja que despertaram o interesse pela leitura da Bíblia”, celebra.

Todas as vezes que iniciava uma nova leitura da Bíblia, Dyrce afirma que foi motivada a “buscar mais conhecimento e intimidade com Deus, vida de oração, crescimento espiritual e maturidade cristã, na certeza de que a Bíblia é a Palavra de Deus”. 

“A cada leitura me sentia mais próxima de Deus e motivada a iniciar outra leitura da Bíblia”, destaca.

Dyrce vincula seu crescimento na caminhada cristã com tudo aquilo que aprendeu lendo a Bíblia. A partir dos estudos bíblicos, ela aprendeu a ser uma dizimista fiel em sua igreja, contribuir com o sustento de missionários da Junta de Missões Nacionais e adotar uma criança no orfanato mantido pela organização Palavra da Vida, em Atibaia, no interior de São Paulo.

Depois dos 90 anos, Dyrce passou a conviver com uma doença severa que a deixou acamada. Ainda assim, aos 91, ela conseguiu concluir a 89ª leitura da Bíblia com o apoio de sua irmã, Dila de La Puente Machado.

Para Dyrce, a vida cristã consiste em “ouvir a voz de Deus e ter comunhão com Ele, colocando em prática os ensinamentos, a fim de não ficar somente na leitura em si, na teoria”. Fonte: Guiame

Nenhum comentário