ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Eu pagava do meu bolso, para depois receber da Prefeitura, diz ex-secretário Cristiano Cabeludo



Nesta segunda-feira (30/12), no último programa de 2019, o Itacaité Notícias, pela Rádio Itacaité FM 88.1 de Belo Jardim no Agreste do Estado.

O Ex-Secretário de Cultura Cristiano Cabeludo, passou o tempo todo da entrevista querendo cobrir alguns fatos que aconteceram no período de sua passagem pela secretaria. Com relação ao apoio do prefeito Hélio para seu trabalho. Ele afirmou que não foi o suficiente para se fazer um trabalho melhor, “fiz o que pude, se ele tivesse me dado mais condições, teria feito muito mais”. Afirmou ainda, “eu pagava as bandas do meu bolso, para depois receber da prefeitura”, porque se não fosse desta maneira, a festa não aconteceria.

Ao ser perguntado, sobre quase R$ 100.000,00 (cem mil reais) que teria para receber ainda da prefeitura, o Ex-Secretário, afirmou “Não é cem, mais tenho alguns empenho para receber ainda.” Segundo Cristiano, o Secretário de Gestão se encarregou de resolver.

Quando perguntado sobre do atual governo, “é um governo desumano,” se referindo a falta de pagamento dos funcionários por parte da prefeitura, e acrescentou “a única empresa que o funcionário trabalha e não recebe é a prefeitura.”

“Teve um café da manhã que paguei do meu bolso,” depois procurei vários secretários para pagar com um cheque administrativo e nada feito, um café de um valor alto. Isso e tantas outras coisas, me fez sair da secretaria. Outra questão que pesou na saída do Cristiano, foi o atraso no pagamento do seu salário, “quando começou atrasar, começou me incomodar”, afirmou o secretário.

SIGA NOSSO INSTAGRAM

Você vai pedir novamente as famílias belo-jardinenses para votar em Hélio? Mesmo com muita pressão, o entrevistado pulou para todos os lados e procurou fugir da resposta, e disse “pelo formato de Hélio, não tenho condições de continuar pedindo voto para ele.”

O momento mais chamativo da entrevista, foi quando ele afirmou que Hélio é uma pessoa inteligente, sendo assim veio a seguinte pergunta: Hélio foi inteligente em que momento de sua administração? R: “Quando ele, me indicou para secretário, a ida de meu irmão para AEB, a indicação de Beto de Lulão para Agricultura e Cícero Nunes na Secretaria de Obras.” Afirmou Cristiano. “Tem muitas pessoas que podem salvar Belo Jardim!” diz ex-secretário.

O ex-secretário, afirmou ainda que, “Hélio não faz comigo o que fez com o vereador Evandro Macarrão” e aproveito para criticar a postura do vereador, de passar pelo que passou e hoje está com o prefeito. O Cristiano afirmou também que está abandonando o partido que é filiado, “fique à vontade prefeito, coloque quem quiser no partido.” Desabafou.

Na última pergunta do ano, o secretário afirmou que desde o mês de maio sentiu que não daria mais para continuar, mas conseguiu chegar até o nono mês. O ex-secretário finalizou sua participação desejando um feliz ano novo à todos. A integra da reportagem, você acessa na nossa página no facebook.
Blog Almir Pontes

Um comentário: