ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Fifa The Best: Megan Rapinoe leva prêmio de melhor jogadora e pede mais igualdade no futebol


A americana Megan Rapinoe foi eleita a melhor jogadora do mundo na temporada 2018/2019, superando sua compatriota Alex Morgan e a zagueira inglesa Lucy Bronze na disputa pelo Fifa The Best, entregue nesta segunda-feira no Teatro Scala, de Milão.

- Estou sem palavras. Primeiramente, gostaria de agradecer à minha família, minha namorada que não pôde estar aqui, muito obrigada por todo o apoio em todos estes anos. Todos meus treinadores e treinadoras em toda a minha vida. Todas minhas colegas de equipe. Muito obrigada a todas as jogadoras com quem joguei no passado. Foi um ano incrível para o futebol, a Federação Francesa e a Fifa fizeram uma grande Copa, fazer parte disso foi indescritível - disse Rapinoe.

Em seu discurso, Rapinoe também pediu engajamento da comunidade do futebol contra o racismo e a homofobia no futebol, e em prol da igualdade de oportunidades, lembrando o movimento "Equal Pay", que cobra melhores salários, premiações e condições de trabalho para as jogadoras.

- Uma das histórias que me inspiraram muito esse ano foi de Raheem Sterling e Koulibaly. Eles fizeram grandes histórias no campo mas a maneira como encararam o racismo este ano e provavelmente em toda a sua vida... A torcedora iraniana que colocou fogo no próprio corpo apenas por ter ido a um jogo, as jogadoras LGBT que lutam contra a homofobia. Se todo mundo se posicionasse contra o racismo como todas essas pessoas se posicionaram, se todos se posicionassem contra a homofobia como as jogadoras LGBT fazem para jogar futebol. Se realmente queremos mudanças, precisamos de todo mundo se posicionando contra o racismo, contra a homofobia, pela igualdade de pagamentos. Temos grandes oportunidades, temos grande sucesso, uma grande plataforma. Temos a oportunidade de usar esse jogo lindo para realmente mudar esse mundo para melhor. Temos um poder incrível nesta sala - afirmou Megan Rapinoe ao receber o prêmio.

Aos 34 anos, a meia do Reign FC, dos Estados Unidos, brilhou na Copa do Mundo da França, em julho: campeã com a seleção americana, Rapinoe também deixou o torneio como uma das artilheiras, com seis gols, e eleita a melhor jogador do Mundial.
Fonte: GE

Nenhum comentário