ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Estudantes do Projovem Urbano de Belo Jardim recebem certificados de qualificação profissional



Um exemplo! Assim podemos definir a iniciativa dos educadores do Programa Projovem Urbano do município de Belo Jardim, no Agreste Pernambucano, que incentivaram estudantes no projeto de qualificação profissional “Ativação”, que tem como objetivo estimular a vida profissional de jovens da comunidade. Na noite da última quinta-feira (04/07/19), após concluírem os cursos de segurança do trabalho, atendimento ao público e administração do tempo, realizados nas plataformas de Educação a Distância (EAD) do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados, em Brasília (CEFOR), 29 estudantes do Projovem Urbano, das Escolas Estaduais Ministro Marcos de Barros Freire e Professora Maria Galvão, receberam os certificados de conclusão de curso.

Para o professor de Português, Alex Macena, o foco era estimular a autoestima dos estudantes do Projovem Urbano. “O programa busca elevar a escolaridade e promover uma formação cidadã aos alunos, além de oferecer uma iniciação à qualificação profissional, com o objetivo de reintegrar esses estudantes ao processo educacional e ao mercado de trabalho. Por isso, buscamos parcerias e meios para reinserir esses jovens na vida profissional, para que eles pudessem se conhecer como sujeito competente e competitivo para enfrentar os desafios e oportunidades de emprego”, explicou.


O aluno José Ivan da Silva, 25 anos, que fez os cursos de segurança do trabalho e administração do tempo, afirmou que o programa ofereceu várias oportunidades para os estudantes se destacarem. “Eu hoje vejo uma porta de emprego nas mãos, porque o Projovem foi a melhor coisa que fizeram para poder ajudar muita gente, em questão de estudos atrasados, e tenho fé em Deus, que com os certificados, vamos alcançar um emprego melhor”, disse.

Já para a estudante Adriana Cordeiro, 29 anos, além dos cursos, o projeto também trouxe palestras. “Fiz os cursos de segurança do trabalho, administração do tempo e atendimento ao público, porém, o projeto também ofereceu palestras com o tema ‘Etiqueta do Trabalho’, e todos eles são oportunidades para nós, que além de concluir os estudos, vamos estar preparados para o mercado de trabalho, pois teremos também a qualificação profissional”, ressaltou.

A Gestora da Escola Estadual Ministro Marcos de Barros Freire, em Belo Jardim, Janeide de Souza, avaliou o projeto de maneira positiva, já que promoveu oportunidades aos alunos. “O Projovem já é um programa que oportuniza os alunos que não concluíram o Ensino Fundamental II terminarem seus estudos e, somado ao Projeto ‘Ativação’, ampliar o leque de opções para os jovens de nossa cidade. Além de Alex, que foi o idealizador do “Ativação”, os outros professores também participaram e apoiaram o projeto, e graças ao empenho de todos, o ‘Ativação’ foi um sucesso”, pontuou.


Para a coordenadora estadual do Projovem Urbano, Antonia Lima, o programa segue um cronograma pedagógico diferenciado devido ao público que é atendido, e por isso, parcerias como estas são sempre bem-vindas. “Parabenizo o coletivo de professores do núcleo de Belo Jardim que, sensível à necessidade de ampliar os trabalhos da Unidade Formativa III “Juventude e Trabalho”, buscou parcerias para proporcionar aos estudantes o desenvolvimento de novas habilidades profissionais. Nosso desejo é que essa atitude provoque novos olhares em relação ao programa, servindo como exemplo de possibilidades diferenciadas ao alcance desses estudantes”, afirmou.

Assim como a coordenadora estadual do Projovem, o assistente pedagógico do programa, Luciano Silva, que acompanhou a entrega dos certificados, achou o “Ativação” uma grande iniciativa dos professores de Belo Jardim. “O Projeto ‘Ativação’ foi uma oportunidade “ímpar” na vida de nossos estudantes. Articulou aprendizagem escolar ao ensino profissionalizante, desenvolvido com entidades parcerias, ampliando conhecimentos e elevando a autoestima de nossos alunos”, parabenizou.

PROJOVEM URBANO - O Projovem Urbano é um programa educacional com duração de 18 meses que busca elevar a escolaridade e promover formação cidadã, além de oferecer iniciação a uma qualificação profissional, reintegrando jovens, entre 18 e 29 anos, aos processos educacionais e de trabalho. Atualmente em Pernambuco, o programa atende 4.365 estudantes, em 46 municípios, em 12 polos educacionais no Estado, sendo ao todo 50 escolas e 128 turmas.