CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Tecnologia do Blogger.

Anunciada como austera, Copa América gastou R$ 20 milhões só em estruturas provisórias



A Copa América que terminou no domingo gastou R$ 20 milhões em estruturas complementares, ou cerca de R$ 800 mil por jogo. Trata-se da maior despesa de cada partida, o dobro que custaram os aluguéis dos estádios, por exemplo. Morumbi, Maracanã, Mineirão e Arena Corinthians receberam R$ 350 mil de aluguel por partida. Arena do Grêmio e Fonte Nova, R$ 250 mil cada.

Durante entrevista coletiva de balanço da primeira fase, ao responder perguntas sobre preço dos ingressos, os porta-vozes do Comitê Organizador Local (COL) afirmaram mais de uma vez que era preciso bancar "os altos custos" de organização da competição. O aumento do custo da entrada deu o retorno financeiro esperado. No total, foram mais de 200 milhões de reais arrecadados.

E para diminuir os "altos custos" do torneio, a organização concentrou as sedes da Copa América em estádios já preparados para receber partidas do porte da competição. No site oficial do torneio, a organização fala em "maximizar o uso dos estádios" e promover "redução dos custos operacionais".

No entanto, ao analisar e somar todos os custos detalhados de cada jogo, percebe-se que estas tais estruturas foram responsáveis por cerca de 20% dos gastos totais das partidas da competição.

Em nota enviada o COL afirmou que "as estruturas provisórias são necessárias para atender, por exemplo, às demandas de mídia e segurança".


E que também estão nesse pacote serviços como "infraestrutura de tecnologia e energia, centros de mídia para credenciados, complexo de TV e salas de apoio aos detentores de direito de transmissão de vídeo, assim como tendas e equipamentos de checagem eletrônica de público".

O COL não explicou, por exemplo, por que o custo das estruturas provisórias foi mais alto no estádio do Corinthians (R$ 1.116.019,46 por jogo) do que no do São Paulo (R$ 777.005,36 por partida). A Arena Corinthians foi usada na Copa do Mundo e nos Jogos Olímpicos, além de ter sido inaugurada mais recentemente do que o Morumbi.

Custo por jogo das estruturas provisórias em cada estádio:
Arena Corinthians - R$ 1.116.019,46
Fonte Nova - R$ 856.848,21
Morumbi - R$ 777.005,36
Arena do Grêmio - R$ 713.172,16
Mineirão - R$ 690.453,99
Maracanã - R$ 674.895,31

O Comitê Organizador Local disse ter aberto uma concorrência para decidir o fornecedor das estruturas provisórias da Copa América. Oito empresas participaram, e o vencedor foi o consórcio formado pelas empresas Arena, Telelok, DMDL e TLK.

Maiores gastos da Copa América
A Conmebol divulgou os borderôs de 23 dos 26 jogos disputados na Copa América. Restam ainda os informes financeiros de Chile x Peru, Argentina x Chile e Brasil x Peru. Nestes borderôs, são detalhados todos os gastos de cada partida, por tipo de despesa. Além, é claro, da renda total, discriminada por setor do estádio. Veja abaixo um exemplo:

As estruturas complementares, padronizadas por estádio, custaram para a organização um total de R$ 20.355.922,81. Os outros dois maiores gastos foram com "serviços de ingressos e controle de acesso" e "serviços de tecnologia". Ambos passaram a barreira dos R$ 10 milhões.

Confira os 10 maiores gastos divulgados da Copa América:
Maiores gastos da Copa América 
Tipo de despesa         Custo total
Locação de Estruturas Complementares      R$ 20.355.922,81
Serviços de Ingressos e Controle de Acesso        R$ 12.901.920,38*
Serviços de Tecnologia      R$ 10.886.539,86*
Serviços Segurança   R$ 9.667.881,56*
Serviços Operação Estádio         R$ 8.389.145,22*
Aluguel Estádios         R$ 8.049.999,99
ISS   R$ 6.486.323,55*
Serviços Decoração e Sinalização Estádio  R$ 4.725.694,81
Serviços de Alimentação    R$ 4.377.982,95*
Serviços Ambientação Convidados     R$ 2.861.635,64
Fonte: Conmebol
*sem todos os gastos das partidas divulgados pela Conmebol

Vale lembrar que, apesar dos gastos altos, o faturamento com bilheteria também é bem elevado nesta Copa América. No total, a renda bruta acumulada das 26 partidas foi de cerca de R$ 215 milhões. Com exceção das vendas dos camarotes, todo o restante do montante vai para o Comitê Organizador Local do torneio.
Fonte:GE