ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em jogo com muito VAR e reclamação camaronesa, Inglaterra vai às quartas




Jogo tenso em Valenciennes
Inglaterra e Camarões fizeram uma partida nervosa em Valenciennes. Não em termos de equilíbrio, pois as inglesas venceram neste domingo por 3 a 0 com tranquilidade para avançarem às quartas de final da Copa do Mundo Feminina. O jogo foi tenso por conta de reclamações das camaronesas com o VAR. Por duas vezes o jogo ficou paralisado pelas atletas africanas. No segundo tempo, ainda teve trombada de Yango na árbitra chinesa Liang Qin. Os gols foram de Houghton, White e Greenwood.

Primeiro tempo
O jogo começou melhor para a Inglaterra. Aos 13 minutos, Ejangue atrasou para a goleira Ndom, que pegou a bola com as mãos. A árbitra marcou a infração e, em cobrança de falta de dois lances dentro da área, a capitã Houghton abriu o placar.

Pouco antes do intervalo, começou a reclamação. White recebeu dentro da área, marcou, mas a bandeirinha marcou impedimento. Com o auxílio do VAR e sem precisar ir à tela ao lado do gramado, a árbitra validou o gol, para revolta das camaronesas.


A reclamação indevida das africanas foi que a juíza teria que assistir ao lance de novo. Mas, a regra do VAR é clara quando diz que não é necessária a revisão do lance na tela para uma mudança de decisão. Depois de dois minutos de paralisação e ameaça de não deixar a partida reiniciar, a bola voltou a rolar.

Segundo tempo
A etapa final começou como terminou a primeira: com muita confusão. Camarões marcou logo aos dois minutos, mas o gol foi anulado por um impedimento no início da jogada. Como não era um lance de interpretação, novamente a árbitra não foi à telinha para revisar, o que causou ainda mais revolta africana. Após quase cinco minutos, a árbitra conversou com a capitã Onguene, e a partida foi reiniciada.

A Inglaterra marcou o terceiro com Greenwood, aos 12 minutos, após escanteio. Logo depois, um lance polêmico. Em contra-ataque inglês, Yango estava indo na direção da bola e acertou a árbitra com os dois braços, dando a impressão do tranco ter sido proposital. O VAR revisou o lance, mas não indicou a expulsão.


Com os ânimos mais calmos, inglesas e camaronesas ainda tiveram algumas oportunidades, mas o jogo terminou mesmo em 3 a 0.

Próximo adversário
A Inglaterra enfrentará a Noruega nas quartas de final da Copa do Mundo Feminina. A partida será na quinta-feira, dia 27, no Stade Océane.
Fonte:GE