CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Tecnologia do Blogger.

Ensaio geral da Paixão de Cristo 2019 é realizado na cidade-teatro de Nova Jerusalém




No lugar da plateia, os olhares atentos dos diretores Carlos Reis e Lúcio Lombardi, que observavam cada detalhe das cenas da Paixão de Cristo 2019. Na quarta-feira (10) foi a primeira vez que os atores e figurantes encenaram com o novo figurino.

Os ensaios, que tiveram início às 18h e seguiram até às 2h desta quinta (11), são importantes para que os atores se adeptem aos cenários imensos de Nova Jerusalém, que é o maior teatro ao ar livre do mundo e onde a peça que conta a história de cristo é encenada há 52 anos.

Juliano Cazarré, que será intérprete de Jesus Cristo na temporada 2019, já está habituado com Pernambuco e conheceu a cidade-teatro em dezembro de 2018, quando gravou os filmes publicitários do espetáculo, que tem início no sábado (13).


"Eu amo essa terra, eu amo o povo de Pernambuco, a cultura daqui. [A Paixão de Cristo] é uma coisa muito diferente de tudo o que a gente conhece e, dentro da minha profissão, é uma coisa única. Esse teatro gigantesco a céu aberto, tudo feito realmente de pedra, de concreto, de tijolo. Eu acho que isso aqui é o mais perto que podemos chegar do teatro grego original", disse.

Cazarré ainda revelou que atuar em Nova Jerusalém tem sido um exercício diário de adaptação em um curto período de tempo. "É um desafio muito grande e eu adoro esses desafios na carreira. Adoro coisa difícil, que tem pouco tempo para decorar. E todos têm me ajudado muito, os diretores e atores que estão há 52 anos fazendo a Paixão de Cristo", ressaltou.

Também novato na Paixão, Ricardo Tozzi será o rei Herodes. Para ele, toda a atmosfera de Nova Jerusalém faz com que os espectadores se transportem para a época de Cristo. "Tudo isso aqui já tem uma energia quase que missionária de que a gente vai contar uma história, que é a maior do mundo. É uma grande emoção. Eu estou louco para estrear, gosto da troca de energia e ela só se dá na hora do espetáculo".


Gabriel Braga Nunes ficou, sobretudo, impressionado com o estágio do trabalho. Ele dará vida a Pôncio Pilatos neste ano. "A equipe já vem trabalhando há muito tempo. Estão todos muito avançados, muito preparados. Nós, que chegamos agora, temos que correr atrás para não fazer feio. Estamos escapando do didatismo e a história está sendo conduzida pela emoção, que é fundamental", pontuou o ator.

Quem também integra o elenco deste ano é o casal de atores Priscila Fantin e Bruno Lopes, que serão Maria e o apóstolo João, respectivamente. Areportagem, a atriz destacou o trabalho de pesquisa da diretora de arte e figurinista da Paixão, Marina Pacheco, já que os figurinos receberam, pela primeira vez, tingimento natural, com raízes, sementes e cascas de árvore.

"O figurino transporta a gente, além do cenário em si, o clima, a atmosfera, que também levam a gente para àquela época. E tudo ajuda a gente a se ambientar melhor. Eu digo que existe o cinema, a novela, o teatro e a Paixão de Cristo, porque é algo totalmente diferente de tudo que um ator está acostumado a fazer. Aqui, eu vou me sentir num show de rock", brincou Priscila. Atores já estão nos últimos preparativos para espetáculo da Paixão de Cristo.

Já Bruno, que é mais um estreante nos palcos da peça, falou sobre a energia de Nova Jerusalém. "É maravilhoso, porque a energia da cidade construída já é algo indescritível para a gente. A gente agora só precisa da energia do público. Acho que vamos ter realmente a mão de Deus nesse lugar".
Fonte:G1