ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Santa confirma "pacotão" de reforços para as competições restantes em 2019


A eliminação precoce no Campeonato Pernambucano, caindo nas quartas de final em pleno estádio do Arruda diante do modesto Afogados-PE, fez o Santa Cruz adotar uma postura para preservar os jogadores. O treinamento regenerativo foi fechado para a imprensa. Mas nem por isso o clube deixou de confirmar e apresentar três reforços: o goleiro Renan Rinaldi, o lateral-esquerdo Carlos Renato e o zagueiro William Alves. 

Eles, porém, não falaram com a imprensa. Só posaram para fotos e deixaram a sala. Coube ao executivo de futebol, Luciano Sorriso, falar dos motivos para contratá-los. A começar pelo goleiro Renan, ex-Tupynambás-MG.

- Trouxemos Renan para que ele possa entrar entre os três que já treinam e um deles é da base, que não tem experiência. E temos de ter cuidado porque Renan é para compor. Estamos muito satisfeitos com Anderson, eu até brinco dizendo que ele pode ser ídolo aqui. Foi somente isso. É para compor o elenco.

Renan, 26 anos, tinha contrato se encerrando no final do Campeonato Mineiro e chega ao Santa Cruz sem custos. O ex-clube foi eliminado pelo Atlético-MG. Durante o Estadual, Rinaldi teve boas atuações e apareceu bastante nas partidas contra o Galo, tanto pela última rodada da primeira fase em Juiz de Fora, quanto no jogo das quartas de final no Mineirão. Ele já trabalhou com Leston Júnior no Villa Nova-MG em 2017, onde foi reserva. O goleiro tem passagens também por Inter de Lages-SC, Criciúma e Penapolense.

Já Carlos Renato, que joga como meia e lateral-esquerdo, chega ao Santa Cruz para ser lateral. Mas o clube está ciente de que ele pode desempenhar até outra função - jogando mais na frente, como um ponta esquerda, assim como Cesinha faz pelo lado direito. Ele tem 26 anos e jogou oito partidas pelo Mirassol-SP neste ano, sendo seis como titular. Antes de defender o Mirassol, Carlos rodou por América-MG, Guarani-MG, Tupi-MG, Boa Esporte-MG, Botafogo-PB e RB Brasil-SP.

- (A polivalência) Foi um dos pontos que nos fez ir em busca dele. Ele vem contratado como lateral, mas Leston trabalhou com ele no Botafogo-PB e em outros clubes. Ele é um jogador de mais de uma função e o futebol tem as portas abertas em relação a esse tipo de atleta. Ele está em atividade, tem experiência na competição, é emprestado pelo Mirassol. Ele joga na meia também e também como externo, na linha de frente - disse Luciano Sorriso.

Já William Alves, 31 anos, que tinha sido confirmado no começo da tarde desta quinta-feira pelo Santa Cruz, é um velho conhecido da torcida. Pelo Santa, fez 30 jogos e marcou seis gols entre 2012 e 2013. Depois que saiu do Tricolor, foi direto para o Náutico. No Timbu, ficou dois anos - 2013 e 2014 - e computou 58 partidas e três gols. Depois da passagem pelo Alvirrubro, o zagueiro acertou com o Paysandu e rodou por Vitória de Setúbal-POR, Al-Batin-SAU, Atlético-GO e Mirassol, seu último clube. No time paulista, apresentou-se oito vezes neste ano, todos como titular.

- Eu fui campeão Estadual e Brasileiro com ele aqui. Se vai dar certo de novo ou não, ninguém sabe. Mas ele é experiente, conhecedor do clube, sabe como funcionam as coisas aqui e estava jogando em alto nível. Foi uma contratação rica que nós tivemos até porque nossa zaga hoje é jovem. Temos Danny e Vitão também. William também é líder e vamos ganhar experiência - disse Luciano Sorriso.
Fonte: GE