CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Tecnologia do Blogger.

Papa Francisco manifesta condolências pela morte do Cardeal Godfried Danneels


O Papa Francisco expressou suas condolências pela morte do Arcebispo Emérito de Mechelen-Brussel (Bélgica), Cardeal Godfried Danneels, que faleceu neste dia 14 de março. 

No telegrama dirigido ao Arcebispo de Mechelen-Brussel, Cardeal Jozef De Kesel, o Santo Padre apresentou suas "sinceras condolências ao senhor, à família do cardeal, aos Bispos da Bélgica, ao clero, às pessoas consagradas e a todos os fiéis atingidos por essa perda". 

O Papa descreveu o Purpurado falecido como um "pastor zeloso" que serviu à Igreja "com dedicação não apenas em sua diocese, mas também em nível nacional como presidente da Conferência Episcopal da Bélgica, mesmo sendo membro de vários Dicastérios romanos". 

O Pontífice afirmou também que o Cardeal Danneels foi "atento aos desafios da Igreja contemporânea" e lembrou que "participou ativamente em vários Sínodos dos Bispos, incluindo os de 2014 e 2015 sobre a família". 

Por isso, o Santo Padre pediu "a Cristo, vencedor do mal e da morte, que o acolha na sua paz e na sua alegria" e enviou sua bênção apostólica aos familiares do cardeal falecido, aos pastores, aos fiéis "e a todos os que participarão dos funerais". 

O Cardeal Godfried Danneels nasceu na Bélgica em 4 de junho de 1933. Foi ordenado sacerdote em 1957 e lecionou teologia por vários anos.

Em 1977, foi nomeado Bispo de Antuérpia por São Paulo VI e, dois anos depois, São João Paulo II o nomeou Arcebispo de Mechelen-Brussel e Primaz da Bélgica. Em 1980, também foi nomeado Ordinário militar para a Bélgica.
Foi presidente da Conferência Episcopal da Bélgica durante trinta anos, de 1980 a 2010.

São João Paulo II o criou Cardeal no Consistório de 1983, atribuindo-lhe o título presbiteral da Igreja de Santa Anastácia.

Em 18 de janeiro de 2010, o Papa Bento XVI aceitou sua renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Mechelen-Brussel por limite de idade e um mês depois também deixou o ordinariado militar.
Fonte: ACI DIGITAL