ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Temer não assina e aumento do salário mínimo fica nas mãos de Bolsonaro


Michel Temer deixou para Jair Bolsonaro a definição da nova política para o salário mínimo, informa a Coluna do Estadão. O valor atual é de R$ 954, e a política vigente para o reajuste vence nesta quarta-feira. 

O valor fixado pelo Congresso para o benefício a partir do ano que vem é R$ 1006, mas não foi definida a regra que vai vigorar para os próximos reajustes. Temer poderia fixá-la por decreto, mas preferiu deixar a incumbência para o sucessor.
Fonte: Blog do Magno