CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Tecnologia do Blogger.

Em grande exibição de Gilberto, Santa Cruz é derrotado pelo Bahia, na Arena de Pernambuco


Santa Cruz e Bahia chegaram a Arena de Pernambuco na tarde deste sábado, invictos na temporada 2019. Mais do que isso, os dois times tinham dois empates e uma vitória nos três jogos oficiais da temporada. Buscando melhorar a classificação na Copa do Nordeste, as duas equipes vieram com um único pensamento: a vitória. Para esse objetivo, o Bahia contou com uma atuação inspirada do centroavante Gilberto, que marcou duas vezes contra o ex-clube.  

Mesmo jogando fora de casa, o Bahia confirmou seu favoritismo. Jogando a Série A e com uma renda 14 vezes mais maior do que o Santa Cruz, viu além do centroavante Gilberto, o jovem Artur jogar muito bem aproveitando as brechas na lateral esquerda coral, que estava modificada com as presenças de Jô e Raphael Soares. 

O Jogo
Apesar de estar jogando fora de casa, o Bahia iniciou tomando a iniciativa da partida, buscando manter a posse de bola, o Esquadrão de Aço se utilizou bem do seu lado direito de ataque com Nino Paraíba e Artur. O Santa por sua vez partia para o contra-ataque se aproveitando do veloz setor ofensivo montado com Jô, Augusto e Elias Carioca. 

Aos 19, o Bahia marcou o primeiro gol. Em jogada pela direita, Nino Paraíba fez jogada com o atacante Artur, o camisa 2 baiano conseguiu fazer a ultrapassagem e cruzou, o lateral Moisés fechava para desviar, mas acabou antecipado por Marcos Martins, que empurrou a bola para o próprio gol. 

Mesmo com a vitória no placar, o Bahia continuou dominando as ações, sempre buscando jogar pelo lado esquerdo da defesa tricolor. O Santa Cruz, por sua vez, mantinha as escapadas pelas laterais, mas sem muita objetividade. Até que aos 36, o atacante Jô lançou o garoto Elias na entrada da área, o jovem dominou e mandou uma bomba de pé esquerdo, sem chances para o goleiro Douglas, para empatar a partida. Na comemoração, a revelação coral foi celebrar junto a torcida e acabou recebendo cartão amarelo. 

Segundo Tempo
Na volta para a segunda etapa, o Bahia partiu para cima do Santa e logo abriu vantagem. Em menos de 10 minutos do segundo tempo, o Tricolor pernambucano já estava perdendo por dois gols de diferença. No primeiro minuto, após jogada pela esquerda, o lateral Moisés cruzou bola na área na cabeça de Gilberto. O ex-atacante coral cabeceou forte para estufar as redes do Mais Querido.

Oito minutos depois, Gilberto marcou de novo. O camisa 9 aproveitou cochilo de Vitão e recebeu bola desviada pela defesa coral em chute de Artur. Sozinho, driblou o goleiro Ricardo Ernesto e marcou seu segundo gol no ex-clube.

Após sofrer os gols, o Bahia diminuiu o ritmo, o que fez o Santa Cruz esboçar uma pressão na busca de diminuir e, consequentemente, empatar a partida, mas sem sucesso. Por sua vez, o time baiano jogou de forma a administrar a vantagem sem sofrer maiores riscos para garantir o resultado.

A única chance real do Santa Cruz aconteceu em finalização do atacante Silas, que recebeu lançamento nas costas de Nino Paraíba e bateu forte para o gol. O goleiro Douglas Friedrich, quase aceitou, mas conseguiu fazer a defesa. Com isso, a vitória do Esquadrão por 3 a 1, fora de casa acabou garantida. 
Fonte: Diário de Pernambuco