ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em estreia do PE2019, Náutico perde para Central e amarga quarta derrota seguida


Foram três partidas sem vitória. Dois amistosos e, por último, a estreia com derrota na Copa do Nordeste contra o Fortaleza, nos Aflitos. Portanto, cabia ao Náutico se reestabelecer. E, pela primeira partida do Campeonato Pernambucano contra o Central, a quarta desta temporada, não conseguiu. Com gols do atacante Leandro Costa e o zagueiro Bruno Oliveira, o Alvirrubro foi derrotado por 2 a 1 e amargou o quarto revés seguido e ligou o sinal de alerta. 

Entretanto,os minutos iniciais do jogo apontavam para uma reação do Timbu. Isso porque o Alvirrubro tomou mais as ações da partida e priorizava a manutenção da posse de bola no meio de campo, cumprindo à risca o estilo de jogo do técnico Márcio Goiano. Porém, a equipe esbarrava na boa postura defensiva do Central, que evitava as poucas jogadas de perigo construídas. 

Sem sucesso e com dificuldade para armar jogadas em velocidade, o Timbu começou a errar passes. E, desta forma, oferecia bolas de graça à Patativa que, nos 15 minutos finais do primeiro tempo, começou a tomar iniciativa. Aos 37 minutos, o golpe. Em contra-ataque rápido pela esquerda, Giovani Rosa, em cruzamento, deixou Leandro Costa cara a cara com Luiz Carlos e, sem dificuldade, o atacante colocou a bola dentro das redes.  

A reação alvirrubra viria no final da primeira etapa. Em lances seguidos. Mas, sem bola na rede. Wallace Pernambucano foi o primeiro a tentar empatar o placar. Apagado durante quase todo o primeiro tempo, aos 45 minutos, chutou forte na entrada da área e a bola explodiu o travessão do goleiro centralino Tom. Em seguida, no último lance do primeiro tempo, aos 47, Thiago aproveitou a bola mal afastada do Central, dominou e soltou a bomba, mas o goleiro alvinegro fez uma grande defesa.  

Segundo Tempo 
Para a etapa final do confronto, o Náutico fez mudanças na equipe. Com a entrada dos atacantes Rafael Oliveira e Matheus Carvalho nas vagas de Thiago e Fábio Matos, o Náutico lançou-se ao ataque. E, na primeira oportunidade, em cruzamento de Hereda na lateral aos 13 minutos, empatou a partida com cabeçada do atacante ex-ABC. 

O que não garantiu uma melhora considerável no jogo da equipe. Com o goleiro Luiz Carlos abusando de falhas, o Central aproveitou os erros do arqueiro do Timbu. E, não deu tempo do Náutico comemorar o empate. Aos 21, após cobrança de falta, Luiz Carlos não saiu do gol, a bola passou por todo mundo e chegou nos pés do zagueiro Bruno Oliveira, que só escorou para dentro do gol, fazendo 2 a 1. 

Mesmo a frente do marcador, o Alvinegro caruaruense não poupou investidas no ataque do Náutico. E o Timbu também não. Apesar dos cinco minutos de acréscimo dados pelo árbitro Tiago Nascimento, não deu mais tempo para a equipe alvirrubra reagir. 
Fonte: Diário de Pernambuco