ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Corpo do artesão Severino Vitalino é sepultado em Caruaru, PE


Foi sepultado na manhã desta terça-feira (8) o corpo do artesão Severino Vitalino, que morreu vítima de uma parada cardiorrespiratória na segunda (7). O filho do Mestre Vitalino apresentava complicações de saúde desde outubro de 2018, quando sofreu um infarto.  

Severino tinha 78 anos e estava internado no Hospital Mestre Vitalino (HMV) que, por meio de nota, explicou que foram feitos os procedimentos de reanimação, mas o paciente não teve reversão do quadro.

Na unidade de saúde ele passou por cirurgia cardíaca e ficou entubado e com sedação na Unidade de Terapia Intensica (UTI) Coronariana. No mês de novembro do ano passado, Severino teve um rebaixamento do nível de consciência por quadro infeccioso e permaneceu internado no HMV.
O artesão foi velado na casa onde morava, no bairro do Alto do Moura. Em seguida, o corpo saiu em cortejo pelas ruas da comunidade. O enterro ocorreu no Cemitério São Vicente e foi acompanhado por diversas pessoas.

Sobre Severino
Severino Vitalino foi um dos quatro filhos do Mestre Vitalino que decidiu trabalhar com o barro, seguindo os ensinamentos, ele era visto todos os dias confeccionando as peças sentado como o pai.

"Não me imagino fazendo outra coisa. Trabalhei ao lado do meu pai até os 23 anos e sinto que tenho o dever de preservar a história e tudo o que ele deixou", afirmou durante uma entrevista dada ao G1. Em 2017, o artesão foi habilitado no Prêmio Culturas Populares Gomes de Barros, oferecido pelo Ministério da Cultura. O projeto dele recebeu nota máxima.

Luto oficial
A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, decretou luto oficial de três dias pela morte do artesão. Em decreto, a prefeita considerou o importante papel desempenhado por Severino no decorrer da vida.
"Assim como o pai [Mestre Vitalino], ganhou o mundo através de suas peças que traduziam, muitas vezes, o cotidiano de nosso povo com originalidade, simplicidade e beleza, sendo um dos mais expressivos produtores da arte popular no Brasil", diz o decreto da prefeita
Fonte: G1 Caruaru