CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Jovens do 'Apostolado Guardiões da Virgem' dedicam a vida ao anúncio do Evangelho em Caruaru



Weslley Vandson, Jessyca Nauanne, João Vitor, Manoel José e Diego Lucas são jovens que dedicam parte da vida deles ao serviço de evangelização por meio do grupo "Apostolado Guardiões da Virgem", da Igreja Católica, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

Os jovens, que têm entre 17 e 21 anos, fazem parte da Paróquia Coração Eucarístico, o Convento dos Capuchinhos. O "Apostolado Guardiões da Virgem" existe há cinco anos e foi fundado por Manoel José, de 21 anos.

Manoel sentiu o desejo de se dedicar mais aos projetos da igreja quando ouviu a mensagem do Papa Francisco pedindo que os fiéis saíssem para evangelizar e, por isso, pensou na criação do grupo. "Sempre fui um jovem de igreja, como se diz, mas sentia o desejo de trabalhar mais pelo Evangelho, foi quando tive a iniciativa de fundar o grupo Guardiões da Virgem", falou o jovem.


O Apostolado tem a missão de levar a imagem da Mãe Peregrina até as residências anunciando a mensagem de Nossa Senhora de Fátima aos três Pastorinhos, em 1917, pedindo por conversão. O grupo visita as famílias e realiza um trabalho de evangelização com a palavra de Deus.

Os "Guardiões da Virgem" contam com 24 membros, usam uma capa que simboliza o manto de Nossa Senhora, que é vista por eles como aquela que os encoraja para a missão.

Jessyca Nauanne tem 17 anos e faz parte do grupo há dois anos e meio. Para ela, ser uma "guardiã" é atender a um chamado de Nossa Senhora. "Sou muito feliz em fazer parte deste grupo, sinto-me chamada por Deus e por Maria para anunciar o Evangelho", disse a adolescente.


Este ano, o Apostolado participou da celebração em comemoração ao dia de Santa Luzia, no Monte Bom Jesus, no dia 13 de dezembro. Para o grupo, celebrar a vida de uma santa, que é exemplo para os católicos, é sinal de fé, tradição e devoção.

"Procuramos sempre estar presentes nas celebrações da nossa igreja, isso nos fortalece, aumenta a nossa fé e o nosso desejo de sermos ainda mais de Deus e de Nossa Senhora", express o fundador.
Fonte:G1