CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Pernambuco não terá lei seca no domingo das Eleições



Neste domingo (07/10), primeiro turno das eleições, 12 dos 26 estados adotarão a lei seca. A maioria deles restringe tanto a venda quanto o consumo de bebida alcoólica, em períodos que variam. No Distrito federal a medida não será aplicada, assim como no sul do país, em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

No norte e nordeste, a restrição é mais comum. No Pará, a portaria que regulamentou a medida, além de proibir a venda e consumo das 0h às 18h, também proibiu a realização de festas dançantes em clubes, casas de show, boates, bares e similares. No Amazonas, apenas o consumo foi proibido. Já em Minas Gerais, apenas a distribuição e venda. 

Quem descumprir a lei estará sujeito à pena de detenção de 3 meses a 1 ano e pagamento de multa por crime de desobediência, conforme o art. 347 do Código Eleitoral.

Já as blitzes da lei seca no trânsito seguirão normalmente em todo o país. O motorista que for flagrado dirigindo alcoolizado (até 0,33 miligrama de álcool por litro de ar expelido) será autuado, multado e responderá a processo. A partir de 0,34 miligrama, é configurado crime de trânsito. Em São Paulo, o motorista é detido e levado para a Polícia Civil, e responderá processo criminal, além de ser multado e perder a carteira de habilitação por 12 meses. Os estados que vão adotar a lei seca são: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Piauí, Rio Grande do Norte, Pará e Roraima. Pernambuco desde de 2014, que não proíbe mais o consumo e venda de bebidas alcoólicas no dia do pleito.
Fonte: Folha de São Paulo