CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Neste sábado (15/09) é o dia D da campanha de vacinação antirrábica em Belo Jardim, PE



Fiquem ligadinhos aos locais de vacinação! O dia “D” de Vacinação Antirrábica, será realizado neste sábado (15). Por isso, preparamos uma agenda especial para você acompanhar melhor os locais de vacinação.


Os municípios pernambucanos realizam no próximo sábado (15/09) o dia D da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica Canina e Felina. Neste dia, cerca de 8 mil pontos de vacinação estarão funcionando, de acordo com a organização de cada cidade. A meta no Estado é imunizar mais de 1,5 milhão de cães (1.160.989) e gatos (366.855).

No Agreste Meridional, sob coordenação da Vigilância em Saúde da V GERES, sediada em Garanhuns, espera-se a vacinação de mais de 120 mil animais, segundo a apoiadora institucional Michelle Paschoal. “São mais de 80 mil cães e quase 40 mil gatos que precisam ser vacinados. As secretarias municipais de saúde estarão com ações específicas para o Dia D da campanha nacional.”

Catarina Tenório, gestora regional de saúde, reforça a importância da campanha. “Estamos contatando pessoalmente os gestores para que deem prioridade à ação. Tivemos excelentes resultados na vacinação contra a poliomielite e sarampo em nossa regional, e com a participação de todos, vamos também conseguir bater as metas do Ministério da Saúde”.

SAIBA MAIS

A Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica tem o objetivo de controlar a circulação do vírus da raiva canina e felina, prevenindo, assim, a raiva humana.

A raiva é uma doença viral e infecciosa, transmitida por mamíferos. A transmissão da raiva se dá pela penetração do vírus contido na saliva do animal infectado, principalmente pela mordedura, arranhadura e lambedura de mucosas. O vírus penetra no organismo, multiplica-se e atinge o sistema nervoso periférico e, posteriormente, o sistema nervoso central. O coordenador estadual do Programa de Controle da Raiva, da SES, Francisco Duarte, ressalta que a melhor forma de prevenção é vacinação. Quem não conseguir vacinar seu animal no dia D da Campanha deve procurar a secretaria de saúde do seu município, no setor de zoonoses.

Ao ser agredida por um animal, a pessoa deve lavar imediatamente o ferimento com água e sabão, e procurar com urgência o Posto de Saúde mais próximo. Cães raivosos apresentam sintomas como: agressividade (atacando pessoas e objetos) ou tristeza (procurando lugares escuros), salivação excessiva, dificuldade para engolir, latido rouco e paralisia das patas traseiras. Nos humanos, a doença ataca o sistema nervoso central, levando à morte. O período de incubação é extremamente variável, desde dias até anos, com uma média de 45 dias, no homem, e de 10 dias a 2 meses, no cão.

O tratamento profilático anti-rábico também é recomendado para toda agressão por espécie silvestre (morcegos, raposa/cachorro do mato e sagüis). O soro e a vacina para esse tratamento estão disponibilizados na rede do SUS, gratuitamente. A vacina antirrábica canina também é gratuita. O único meio de prevenir a ocorrência da doença em áreas urbanas é por meio da vacinação anual de cães e gatos.