CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Em busca de inspiração, jogadores do Sport relembram vitórias contra o Palmeiras


O Sport é o vice-lanterna, com 24 pontos. O Palmeiras, com 47, é o terceiro colocado. O Leão precisa sair da zona do rebaixamento e se apega a inúmeros exemplos de que os paulistas - considerados favoritos - podem ser derrubados neste domingo, na Ilha do Retiro. Os jogadores rubro-negros lembraram de vitórias sobre o Verdão na tentativa de buscar motivação para a partida difícil. 

- Eu tenho confiança que vamos sair dessa situação. Espero que essa reação comece no domingo, contra o Palmeiras. No primeiro turno, quando vencemos por 3 a 2, fizemos um belíssimo jogo e acredito que aquela atuação pode servir de motivação para que possamos vencer. Mesmo passando por dificuldades, acredito que nós podemos superá-las - lembrou o zagueiro Durval. 

Com história no Sport, o zagueiro de 38 anos ainda foi além: lembrou de jogos marcantes pelo Leão contra o Palmeiras. Ele falou das oitavas de final da Libertadores de 2009. Os rubro-negros fizeram dois jogos equilibrados, mas foram eliminados nos pênaltis em plena Ilha do Retiro. 

- Contra o Palmeiras... Acho que foi na Libertadores. Foram dois jogos nas oitavas de final. A gente perdeu o primeiro lá de 1 a 0 e, no segundo, a gente devolveu o placar, mas fomos eliminados nos pênaltis. Naquele jogo, era para a gente ter se classificado pela forma que a gente jogou. Jogamos muito bem, mas infelizmente saímos.

Apesar de não ter tanto tempo de estrada como Durval, Marlone também já ajudou o Sport a bater o Palmeiras. Além de estar na vitória de 3 a 2 no primeiro turno, ele participou efetivamente da vitória de 2 a 0 no Pacaembu, em 2015. Lembrou, inclusive, do golaço que fez para abrir o placar.
Fonte: GE