CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Segurança é morto a tiros na zona rural de Agrestina, PE



Foi executado na manhã desta quarta-feira (29/08), no Sítio Barra de Riacho do Peixe, próximo a Serra da Quitéria, na zona rural de Agrestina, o segurança, Rogério José da Silva, que tinha 31 anos e era conhecido por “Índio Carroceiro” e morava na Rua do Vassoural em Caruaru. Ele guiava sua motocicleta, uma Bros vermelha, placa KKS-0262 e foi morto quando passava em frente a um bar.

O perito criminal, Dr. Ricardo Souza, disse que a vítima foi executada com vários tiros, o corpo apresenta oito perfurações e que no local foram encontrados fragmentos de munições e como são muito pequenos não deu para precisar que arma foi utilizada para o cometimento do crime. O rapaz foi morto com dois tiros nas costas, dois no tórax, um no pescoço, um no queixo, um na boca e um na bochecha.


O Sargento Severino, foi quem comandou o isolamento do local e afirmou que a vítima foi morta por elementos que chegaram em um carro e modelo não identificado e que depois do assassinato fizeram a manobra e fugiram tomando sentido a BR 104, que passa a um quilômetro dali.

O delegado de Altinho que também está acumulando a Delegacia de Agrestina, Dr. Fernando Elias, esteve no local acompanhando a perícia e informou que algumas hipóteses estão sendo investigadas, como vingança e que a vítima vivia em pé de guerra com a ex-companheira e que a acusava de ter sido a mandante do crime que ele sofreu há quase dois anos e a motivação era porque ela não aceita a separação e ela é apontada com a principal suspeita nesse momento. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Caruaru
Fonte: Adielson Galvão