CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

São Paulo faz 3 a 1 no Sport na Ilha do Retiro e mantém a liderança




SEGUE O LÍDER!
O São Paulo venceu o Sport por 3 a 1 na tarde deste domingo, na Ilha do Retiro, e manteve-se na liderança do Campeonato Brasileiro após 18 rodadas – um ponto à frente do Flamengo, 38 a 37. Os gols foram marcados por Diego Souza e Nenê, artilheiros do Tricolor no ano, com 11 gols cada, além de Tréllez. Marlone fez o do Leão, que se manteve com 20 pontos, apenas dois de distância para a zona de rebaixamento – veja aqui a classificação.

LÁ E CÁ
Foi o oitavo jogo sem vitória do Sport no Brasileirão. Depois da Copa do Mundo, o retrospecto tem cinco derrotas e um empate. Por outro lado, foi a quinta vitória em dez jogos fora de casa do São Paulo, o melhor visitante da competição nacional – 18 pontos, com cinco vitórias, três empates e duas derrotas.


CLAUDINEI PEDE PARA SAIR
Claudinei Oliveira não é mais técnico do Sport. Ele pediu demissão logo após a derrota para o São Paulo. As coisas não estão acontecendo. Não é por falta de empenho, trabalho. Mas, quando as coisas não acontecem, não posso pensar em mim. Tenho que pensar no clube também. Não seria legal eu pegar, sair andando, até pelo contato que tivemos. Agradeço a vocês pela lealdade. Espero ter deixado uma boa impressão para vocês como fico em relação a vocês. Vida que segue – disse ele.

MEU MALVADO FAVORITO
Artilheiro do São Paulo, Diego Souza chegou a 11 gols no ano, mas não comemorou contra o Sport. Foi a primeira vez que o atacante voltou à Ilha do Retiro depois de duas passagens pelo time pernambucano. Aos 29 minutos do primeiro tempo, depois de cruzamento de Everton, ele dominou a bola, faz Magrão cair com um jogo de corpo e tocou para o gol. Depois, Diego Souza fez sinal de silêncio, mostrando que não festajaria, e mostrou um coração com as mãos para os torcedores locais, que tinham gritado seu nome antes do jogo. E mais: o camisa 9 prestou reverência ao goleiro Magrão, seu ex-companheiro de time. Em entrevista no intervalo, ele ficou emocionado. Ao sair, no segundo tempo, foi novamente ovacionado.


PRIMEIRO TEMPO
O São Paulo foi melhor no primeiro tempo. Atacou especialmente pela esquerda, unindo Reinaldo, Nenê e Everton, e foi pouco agredido pelo Sport. Em um período de poucas oportunidades claras, pesou o erro de Gabrie, aos 29. O meia do time pernambucano errou saída para o ataque, deixou a bola com Reinaldo e viu a jogada passar por Everton antes de chegar a Diego Souza, que deslocou Magrão e fez o gol tricolor. Depois, o cenário pouco mudou: o Sport, muito mal, não conseguiu reagir, e o São Paulo manteve o domínio.

SEGUNDO TEMPO
Claudinei Oliveira colocou o Sport na frente: com Rogério e Morato, o time da casa colocou uma correria para cima do São Paulo, que conseguiu se segurar. Na verdade, era tudo o que o time visitante queria: o contra-ataque. Aos 6, Rojas rolou a bola para Nenê dominar na entrada da área e fazer o segundo gol. Com mais vantagem, Diego Aguirre deu descanso para Diego Souza (que saiu ovacionado), Nenê e Rojas. Mas ainda teve emoção: aos 40, Marlone diminuiu em cobrança de falta desviada contra por Tréllez, que, aos 44, fez o terceiro gol tricolor.


HAJA EX...
Diego Souza até se emocionou ao voltar à Ilha do Retiro, mas isso você já sabe. Além dele, o São Paulo tinha Reinaldo e o estreante Everton Felipe, que entrou no fim do jogo, como ex-jogadores do Sport. Do outro lado, Rogério e Morato entraram no intervalo, mas não conseguiram fazer nada sobre o ex-clube.

NO CARTOLA
Apesar da derrota, o maior pontuador do fantasy foi um jogador do Sport: Sander, com 10.20. O melhor do São Paulo foi Nenê, com 10. Os piores foram Magrão (-6) e Deivid (-3.10), do time da casa, e Sidão (-2.90), do visitante.

PRÓXIMOS JOGOS
Pela 19ª rodada do Brasileirão, a última do primeiro turno, o Sport visita o Santos no próximo sábado, na Vila Belmiro. No domingo, o São Paulo recebe a Chapecoense no Morumbi. Antes, na quinta-feira, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, o Tricolor faz o jogo de volta contra o Colón, na Argentina – na ida, o Tricolor paulista perdeu por 1 a 0.
Fonte:GE