CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

CLICK NA TV SE LIGA E ASSISTA

Com domínio, Náutico vence o ABC e está classificado para a fase de mata-mata da Série C


O Náutico conseguiu um resultado importantíssimo. Na Arena de Pernambuco, o Timbu venceu o ABC por 2 a 0 e conseguiu a tão esperada classificação para a fase de mata-mata da Série C do Campeonato Brasileiro. Em um jogo marcado pelo domínio quase que absoluto do Timbu, o time, que precisava apenas de um empate para avançar na competição, não decepcionou a torcida. Com gols de Ortigoza, que entrou no segundo tempo, e Luiz Henrique, os alvirrubros e líderes do Grupo A seguem para a partida contra o Remo, no próximo sábado, folgados e apenas para cumprir tabela.

Primeiro tempo  
A primeira etapa da partida foi marcada pela velocidade nas jogadas de ataque, principalmente do time do Náutico. Até os 40 minutos, o time alvirrubro, bastante entrosado, detinha o domínio absoluto do jogo, apresentando um futebol de grande consistência ofensiva, construindo jogadas criativas e trocando passes rápidos, praticamente excluindo as chances de interceptação da equipe do ABC, que demonstrou muitos erros de posicionamento, movimentação e toques de bola durante o tempo inicial do confronto.

Wallace Pernambucano, principal novidade no time do Náutico para a partida, chamou a atenção usando de sua já conhecida explosão e força física para levar perigo ao adversário. No primeiro minuto de partida, o atacante já fazia sua primeira finalização perigosa dentro da área rival. Menos de 20 minutos depois, Wallace chegou, inclusive, a balançar as redes, mas a arbitragem enxergou impedimento e anulou o gol. 

Nos 10 minutos finais, entretanto, o ABC pareceu acordar para atacar na partida e assustou os alvirrubros com duas excelentes cobranças de falta do zagueiro Henrique, uma delas, inclusive, atingindo a trave. Aos 40min, Arez desperdiçou a melhor chance de bola rolando do ABC no primeiro tempo. Estando livre, recebeu um cruzamento dentro da área, mas chutou fraco em cima de Bruno, deixando de tocar para outros dois companheiros que também estavam dentro da área. Times desceram aos vestiários mais equilibrados.

Segundo tempo
Depois do intervalo, as equipes voltaram com uma nova postura. O ABC iniciou o segundo tempo com a intensidade que não teve no primeiro. Aos três minutos de jogo, o time já tinha conseguido construir três jogadas de perigo contra o gol alvirrubro. O Náutico recomeçou a partida com um pouco menos de velocidade, querendo segurar mais o empate. Entretanto, aos 19 minutos, o domínio do Timbu no jogo voltou a aparecer após a expulsão do rival Anderson Pedra, que deu um carrinho violento em Dudu e recebeu cartão vermelho direto. Com um homem a mais, os mandantes da casa ganharam mais confiança e retomaram a intensidade do primeiro tempo. 

Aos 33 minutos aconteceu o tão esperado gol. Ortigoza, que entrou na segunda etapa no lugar de Wallace Pernambucano, pegou um rebote do goleiro e abriu o placar para o Náutico. Nos minutos finais da partida, Luiz Henrique aumentou a vantagem do Náutico, após receber bola de Rafael Assis dentro da área e explodir uma bomba dentro do gol do ABC, cravando a classificação do Timbu, que precisava apenas de um empate para avançar de fase na Série C. Fonte: Diário de Pernambuco