CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Tapete vermelho! Bélgica volta para casa com festa após terceiro lugar



A Bélgica poderia chegar mais longe neste Copa do Mundo? Talvez, sim. Disputar uma final pela primeira vez na história? Pois é, foi por muito pouco. Mas isso não significa que a frustração dê o tom da seleção na volta para casa. Os comandados do técnico Roberto Martínez, que protagonizaram a melhor campanha do país na história ao conquistar o terceiro lugar na Rússia, foram recebidos com festa na capital Bruxelas na manhã deste domingo. A Bélgica estendeu o tapete vermelho para eles.

Depois de vencer a Inglaterra por 2 a 0 na disputa do terceiro lugar, na tarde de sábado, a delegação belga embarcou logo à noite de volta para casa. No aeroporto de Bruxelas, dezenas de torcedores abordaram jogadores e treinador para tirar fotos, pedir autógrafos e parabenizar pela façanha.

Do aeroporto, os Red Devils foram direto para o Palácio Real, onde foram recebidos pelo Rei Filip e a Rainha Mathilde numa solenidade de boas-vindas após a boa campanha na Copa do Mundo da Rússia. O único que não participou do evento foi o zagueiro Alderweireld - de acordo com o perfil oficial da seleção no Twitter, a ausência se deu por conta de motivos de saúde.

Artilheiro da Bélgica na Copa, com quatro gols, Lukaku fez até uma brincadeira nas redes sociais. De origem humilde - conheça a história do centroavante clicando aqui -, ele postou. De quebrado ao palácio do Rei - publicou ele no Instagram.

Depois da recepção real, foi a hora da verdadeira festa. Uma mar com milhares de torcedores foi formado na entrada do Palácio de Bruxelas. A expectativa é de que os jogadores apareçam na varanda para saudar os fãs.

Essa foi a melhor campanha da história da Bélgica na Copa do Mundo, superando o quarto lugar conquistado no Mundial de 1986, no México.
Fonte: GE