CRIMES

[Crimes][grids]

NOTÍCIAS

[Notícias][stack]

POLÍTICA

[Política][grids]

ESPORTE

[Sportes][stack]

Se Liga Fest

[SE LIGA FEST][grids]

RELIGIÃO

[Religião][grids]

CIDADES

[Cidades][stack]

CULTURA

[Cultura][grids]

SE LIGA NO CLIP GOSPEL

TV BOA ESPERANÇA

Maradona defende Messi e volta a criticar Sampaoli: "Jogador de xadrez"



A situação de Jorge Sampaoli no comando da seleção argentina está ficando insustentável. Cada vez mais pressionado para deixar o cargo, o treinador vem sendo muito criticado. A última reprovação de peso foi do astro Diego Maradona. Ele voltou a emitir comentários depreciativos sobre o técnico.

- Colocamos um jogador de xadrez como técnico. Perdemos identidade - disse "El Pibe" no programa de TV "De la Mano del Diez".

Maradona, porém, não criticou somente Sampaoli. Ele defendeu Messi, mas não poupou julgamentos negativos a respeito de outros jogadores.

- Sampaoli queria que Messi resolvesse tudo. Ele passava a bola para (Lucas) Biglia ou Enzo Pérez, e eles devolviam um carrinho de mão de paralelepípedos - disparou o ex-camisa 10.

Por fim, Maradona pediu a formação de uma nova seleção. O astro entende que, neste momento, não há comando.

- A seleção argentina está à deriva. Vamos formar uma equipe, em primeiro lugar, com jogadores que conhecem o futebol - pediu.


Crise no comando da seleção argentina

Na última segunda-feira (9), a AFA anunciou em nota que manteria o técnico Jorge Sampaoli como comandante da seleção argentina, apesar da pressão devido aos maus resultados. Além de treinar a equipe principal, o treinador assumiria as funções da equipe no Torneio de L'Alcúdia, competição sub-20 a ser disputada em Valencia, na Espanha, a partir do dia 28 de julho.

O motivo para Sampaoli acumular a "dupla função" foi a demissão de Sebastián Beccacece, auxiliar técnico. De acordo com Claudio Tapia, foi o próprio técnico quem manifestou o desejo de assumir o comando do sub-20 neste torneio.

Porém, a situação mudou de panorama na última quarta-feira (11), quando Sampaoli teria afirmado que não desejava mais assumir o sub-20 - a ideia seria, dessa vez, ajudar com a preparação do time, mas deixar o comando nas mãos de Lionel Scaloni, o novo auxiliar técnico.

A decisão teria desagradado o presidente. A edição do "AS" sediada na Argentina afirmou que a federação argentina planeja afastar o técnico do comando por esse motivo, que se soma a má campanha da seleção na Copa do Mundo. A "TyC Sports" dá a entender que "parecem restar poucas horas para Sampaoli como treinador da seleção".

Caso a federação decida por não rescindir o contrato de Sampaoli, uma nova avaliação do desempenho do treinador vai ocorrer no fim deste mês.
Fonte:GE